QUEM SOMOS | CONTATO | EXPEDIENTE

SAÚDE: Dores de cabeça e zumbido no ouvido podem ser sinais de problemas na mandíbula 20/10/2009
 

Versão para Impressão        Áudio --- Kbytes

Tempo de áudio - 1min55

LOC/REPÓRTER: Aquela dor de cabeça que não passa ou sensação constante de tontura e zumbido no ouvido podem estar relacionadas a problemas na mandíbula, o osso localizado no queixo. Pacientes com a chamada disfunção da articulação temporomandibular reclamam também de dor ao mastigar e de desconforto na região dos olhos. A cirurgiã-dentista Simone Carrara explica que isso acontece porque a mandíbula tem papel fundamental no equilíbrio do rosto.

TEC/SONORA: cirurgiã-dentista Simone Carrara

"A articulação tem papel importantíssimo não só na face, mas no corpo todo. Tem muitos pacientes que não procuram assistência, que às vezes têm dor de cabeça a vida inteira, que tomam medicação a vida toda e que não sabem que é por isso. Então acaba tendo uma alteração, um comprometimento na saúde em geral."

LOC/REPÓRTER: A cirurgiã-dentista ressalta que a mandíbula é o único osso móvel do rosto. Em formato de ferradura, a região abriga ainda os dentes inferiores. Diferentes técnicas de tratamento podem ser usadas para aliviar os desconfortos causados pelo mau funcionamento dessa articulação, como afirma a dentista Simone Carrara.

TEC/SONORA: cirurgiã-dentista Simone Carrara

"Primeiramente o foco é resolver o problema da articulação. Então a gente trabalha com placa, que são placas de acrílico; a gente trabalha com eletroterapia, com laser, ultrassom; manipulação; mudança de comportamento; mudança postural. Depois que a gente trata a articulação e vê que ela está em uma condição normal, aí sim a gente vai verificar se o paciente precisa sofrer algum tipo de terapia oclusão, como ortodontia, prótese, ou se é possível manter o uso da placa e manter a articulação em perfeitas condições."

LOC/REPÓRTER: A doutora Simone destaca que só especialistas em disfunção da articulação temporomandibular podem determinar o melhor tratamento para o problema. Cerca de dez por cento da população brasileira sofre com alterações na região da mandíbula.

Reportagem, Luciana Cobucci


Copyright (c) 2007 Agência do Rádio Brasileiro


Conteúdo 100% Gratuito!

Sgência Entrevista


PESQUISA


Data  



  todas as notícias