<img height="1" width="1" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=396656010737043&ev=PageView&noscript=1" />


A cada 25 de novembro, o Ministério da Saúde promove o Dia Nacional do Doador de Sangue. Aproveitando a data, o órgão faz uma campanha publicitária de utilidade pública em todo o país, para incentivar mais pessoas a doarem sangue e lembrar aos doadores tradicionais a importância de se manterem fidelizados.

Como é de conhecimento geral, em determinados períodos, como durante as festas de final de ano e as férias, muitos acidentes de trânsito ocorrem, o que provoca uma baixa drástica nos estoques de bolsas de sangue nos hemocentros.

É necessário, portanto, ampliar a coleta de sangue e aumentar o número de doadores em todo o país.



A Agência do Rádio Brasileiro (ARB), empresa de comunicação especializada em conteúdo para rádio, foi selecionada pela agência Fields360 para elaborar um plano estratégico que contemplasse a produção de diversos materiais em texto e áudio, de forma a alcançar o maior número de ouvintes em todas as localidades e microrregiões com hemocentros, hemonúcleos e unidades de coleta em todo o país.

A produção envolveu o levantamento da localização e dos contatos de todos os hemocentros, hemonúcleos e unidades de coleta e a captação de depoimentos de técnicos do Ministério da Saúde, especialistas no assunto, gestores estaduais e municipais e doadores e receptores em cada uma das cidades cobertas pelo plano estratégico, que alcançou a produção de mais de 150 materiais diferentes, no formato de testemunhais (nacionais, estaduais, municipais ou microrregionais), prontos para serem veiculados.

Cada material, com duração variada, contava com locução do repórter explicando a situação de cada hemocentro ou posto de coleta e depoimentos gravados de diretores, especialistas, gestores, doadores e receptores, bem como a agenda local de mobilização e o endereço, horário de funcionamento e contatos de cada uma das unidades.

Para reforçar ainda mais o alcance da campanha e atingir o objetivo proposto pelo Ministério da Saúde, a Agência do Rádio convidou 12 personalidades famosas, como atores e atrizes, músicos de diversos estilos, atletas de reconhecimento regional e nacional, entre outras celebridades, para falarem sobre a doação de sangue e a importância de ser um doador.

A Agência do Rádio também identificou e divulgou ferramentas que auxiliam na captação de doadores, como o Salve Mais Um, Hemotify, Hemoliga e o Partiu Doar Sangue.

A partir das matérias feitas nos estados, os repórteres chegaram às cidades. E lá, nesses municípios, acharam as histórias mais comoventes dessa campanha. Gente que um dia precisou de sangue, foi salva por uma doação e, hoje, tornou-se doador fidelizado. Gente que um dia, para ajudar um amigo ou parente, foi doar. E, ao chegar ao local, viu que o seu sangue poderia salvar muitas outras vidas. Histórias de transformação, de sobrevivência e de renascimento.

Conversamos também, em cada cidade, com o gestor responsável pelo hemonúcleo ou posto de coleta. Ouvimos como trabalham, suas campanhas internas, do que precisam e o dia a dia na luta para que os estoques estejam sempre abastecidos.

Nessa categoria, os repórteres da Agência do Rádio ouviram gestores dos 27 estados da Federação, para descobrir como estão os bancos de sangue do estado, e quais as principais urgências. A partir das conversas, eles partiram para os municípios que têm hemonúcleos e postos de coleta.

Descobrimos que a maioria dos hemocentros trabalha sempre no limite e que essas campanhas são fundamentais para que os seus estoques cheguem a números razoáveis.

As matérias de cunho nacional tratam basicamente de temas que servem de alerta para todos os brasileiros, como os mitos e tabus que ainda estão presentes no processo de doação de sangue e doenças ligadas ao sangue, como púrpura, hemofilia, anemia falciforme, entre outras.

Outra abordagem feita diz respeito à fidelização do doador para determinados períodos: feriados prolongados, férias, inverno e em outras ocasiões específicas.

Mostramos também nas matérias nacional como as redes sociais tem auxiliado na captação de novos doadores, com projetos de doação de sangue existentes em diversas regiões do país, e que podem servir de modelo para outras, a exemplo dos projetos Salve Mais Um, o Vamos Doar?, o Atleta Doador, o Partiu Doar Sangue, o Sangue Corintiano e o Jovem Salva-Vidas.

Para que uma campanha ganhe eco é preciso que ela se propague e viaje por caminhos inimagináveis. Durante várias semanas, repórteres saíram em campo para ouvir gente de todas as áreas e segmentos. Pessoas conhecidas, que pudessem ajudar na divulgação da mensagem. Encontramos atletas das mais diversas modalidades, cantores também de diferentes estilos e até um padre, com milhares e milhares de seguidores nas redes sociais.

Prontamente, sem cobrar cachê, numa grande corrente de solidariedade, essas pessoas, que a mídia as encaixa na categoria de famosas, gravaram mensagens em que enfatizaram a importância da doação de sangue e de como esse gesto, tão simples, pode salvar muitas vidas. Cada um, na sua área, na sua batalha pessoal pela vida e muitos compromissos, dedicou um pouco do seu tempo para deixar um apelo aos seus fãs.

Entre essas pessoas que se predispuseram a deixar o seu recado, estão o padre Robson, de Goiás, religioso com um número impressionante de seguidores na internet. O cantor sertanejo Daniel, que dispensa apresentação, amado de Norte a Sul do país. As jogadoras da Seleção Brasileira de Vôlei e Futebol, Adenízia e Andressa Alves, deixaram lindas mensagens. A atriz Maria Paula também fez a sua contribuição. E tantos outros artistas consagrados. Com eco, salvar vidas fica mais fácil.”

Depois de pronto o material foi distribuído para as emissoras de rádio de cada uma das localidades e microrregiões do Brasil previstas no plano estratégico.

Daniel

Cantor

» Depoimento

Larissa Manoela

Atriz e Cantora

» Depoimento

Aline Barros

Cantora

» Depoimento

Maria Paula

Atriz

» Depoimento

Odair José

Cantor

» Depoimento

Padre Robson de Oliveira

Padre

» Depoimento

Digão

Vocalista dos Raimundos

» Depoimento

Andressa Alves

Jogadora de Futebol

» Depoimento

Adenízia

Jogadora de Volei

» Depoimento

Gog

Cantor de Rap

» Depoimento

Chrigor

Cantor

» Depoimento

3030

Grupo de Rap

» Depoimento

Em 13 testemunhais bem didáticos, a Agência do Rádio, com ajuda de especialistas e do coordenador-geral do Núcleo de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, Flávio Vormittag, informou e desmitificou ainda muitas crenças que pairam sobre a doação de sangue.

Mitos de que doar faz engordar, emagrecer, causar dependência, e tantos outros, foram descontruídos. Doar sangue faz bem à saúde de quem doa e, sobretudo, de quem recebe. Sangue não se fabrica e não compra em farmácia. Portanto, doar é a única e forma de salvar uma vida.

As matérias esclarecem bem esses pontos e trazem informações importantes para quem deseja doar e para quem já fez disso um gesto sagrado.

MINUTO DA SAÚDE: Brasil é referência mundial em doação de sangue

MINUTO DA SAÚDE: Coordenador diz que toda a população tem perfil ideal para ser um doador

MINUTO DA SAÚDE: Doar sangue é seguro e ajuda a salvar vidas

MINUTO DA SAÚDE: Após doações, voluntários devem tomar alguns cuidados 

MINUTO DA SAÚDE: Público masculino doa sangue com mais frequência

MINUTO DA SAÚDE: Brasil conta com mais de 500 unidades para coleta de sangue

MINUTO DA SAÚDE: Hemocentros de todo o país necessitam de doadores frequentes

MINUTO DA SAÚDE: Antes chegar a um receptor, sangue passa por triagem

MINUTO DA SAÚDE: Doações caem de acordo com a época do ano, afirma especialista

MINUTO DA SAÚDE: Doação de sangue pode salvar até quatro vidas

MINUTO DA SAÚDE: Saiba quantas vezes você pode doar sangue anualmente

MINUTO DA SAÚDE: Especialista explica que doar sangue não é prejudicial à saúde

MINUTO DA SAÚDE: Entrevista pré-doação é de suma importância


LISTAR TODAS