Menu

7 DE SETEMBRO: Quebra protocolo de Bolsonaro marca desfile em Brasília

No caminho, o carro parou, e um menino, Ivo César Gonzales, de 9 anos, foi colocado dentro do veículo, onde permaneceu ao lado do presidente até o fim do trajeto

Banners
Foto: Flickr Planalto

Em tradicional desfile de 7 de setembro, no dia da Independência do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro participou pela primeira vez da comemoração e quebrou protocolos na Esplanada do Ministérios.

O desfile durou um pouco mais de duas horas e teve a chegada do presidente no Rolls-Royce. Ele seguiu de pé em carro aberto, acompanhado de um dos filhos, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), que seguiu sentado no banco de trás, acenando para o público, até o palanque das autoridades.

No caminho, o carro parou, e um menino, Ivo César Gonzales, de 9 anos, foi colocado dentro do veículo, onde permaneceu ao lado de Bolsonaro até o fim do trajeto.

Depois de iniciado o evento, desceu do palanque, cercado por seguranças e acompanhado do ministro Sergio Moro para acenar ao público das arquibancadas.

No centro do Rio de Janeiro, o desfile de 7 de Setembro começou atrasado em uma hora e contou com a presença do governador Wilson Witzel (PSC). Em uma rua ao lado, vestindo preto, centenas de jovens ligados à UNE (União Nacional dos Estudantes), partidos de esquerda e outros manifestantes ocuparam um quarteirão para protestar contra Bolsonaro.

Em São Paulo, manifestantes de esquerda criticaram medidas do governo Jair Bolsonaro, pediram a liberdade do ex-presidente Lula e a defesa da Amazônia na marcha do Grito dos Excluídos.

 

Juliana Gonçalves

A carreira jornalística de Juliana deu início com assessoria de imprensa. Após um tempo, entrou como estagiária na redação da Agência do Rádio. Trabalhou, também, na TV Band com foco em política por um tempo e voltou para nossa redação como repórter em 2018.


Cadastre-se

Em tradicional desfile de 7 de setembro, no dia da Independência do Brasil, o presidente Jair Bolsonaro participou pela primeira vez da comemoração e quebrou protocolos na Esplanada do Ministérios.

O desfile durou um pouco mais de duas horas e teve a chegada do presidente no Rolls-Royce. Ele seguiu de pé em carro aberto, acompanhado de um dos filhos, o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), que seguiu sentado no banco de trás, acenando para o público, até o palanque das autoridades.

No caminho, o carro parou, e um menino, Ivo César Gonzales, de 9 anos, foi colocado dentro do veículo, onde permaneceu ao lado de Bolsonaro até o fim do trajeto.

Depois de iniciado o evento, desceu do palanque, cercado por seguranças e acompanhado do ministro Sergio Moro para acenar ao público das arquibancadas.

No centro do Rio de Janeiro, o desfile de 7 de Setembro começou atrasado em uma hora e contou com a presença do governador Wilson Witzel (PSC). Em uma rua ao lado, vestindo preto, centenas de jovens ligados à UNE (União Nacional dos Estudantes), partidos de esquerda e outros manifestantes ocuparam um quarteirão para protestar contra Bolsonaro.

Em São Paulo, manifestantes de esquerda criticaram medidas do governo Jair Bolsonaro, pediram a liberdade do ex-presidente Lula e a defesa da Amazônia na marcha do Grito dos Excluídos.

Reportagem, Juliana Gonçalves