Menu

ALAGOAS: Secretaria de Saúde vai distribuir 1,4 milhão preservativos no estado durante o carnaval

A distribuição será feita nos 102 municípios do estado

Banners
Foto: Ministério da Saúde

 Está chegando a época da maior festa tradicional do Brasil: o carnaval. Para não deixar de aproveitar a folia, é importante que a população alagoana não deixe o cuidado com a saúde de lado e se previna do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis, as chamadas IST. Por isso, a Secretaria de Saúde de Alagoas vai distribuir um milhão e quatrocentos mil preservativos aos 102 municípios do estado. A assessora técnica de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Saúde de Alagoas, Jackeline Targino, alerta para a importância da utilização do preservativo durante as relações sexuais. “O uso do preservativo é a maneira mais simples e eficaz de controlar qualquer doença sexualmente transmissível e uma gravidez não planejada. Enfim, em qualquer época do ano, se proteja e se previna usando o preservativo. O estado de Alagoas disponibiliza de forma gratuita, em vários pontos do estado, é só ir lá, pegar, não precisa se identificar”, enfatiza.  

De acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas que vivem com HIV têm aumentado no Brasil. 73% dos novos casos são em homens. Dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificações (Sinan) apontam que Alagoas registrou, em 2018, 424 casos de aids e 909 casos de infecção pelo vírus, que ocorre quando a doença não se manifestou. Neste ano, o estado notificou até o momento quatro casos de aids e 43 de HIV. 

Quem vive com a doença mostra que é possível levar uma vida com qualidade, mesmo diante dos desafios que a aids e o HIV trazem. Cláudio Vilarins, professor aposentado, de 73 anos, recebeu o diagnóstico em 1995. Ele conta que procurou ajuda quando sentiu os sintomas da Tuberculose, doença clássica de pessoas que vivem com o vírus por conta da imunidade mais baixa. Na época, o professor teve que ir a centros de coleta de sangue, já que não havia exames para diagnosticar a aids. Em estágio avançado da doença, Cláudio, durante os primeiros anos de tratamento, teve três casos de pneumonia, e sofreu também com enfraquecimento, diarreia e perda de peso. Mais de 20 anos depois de conviver com a doença, ele faz questão de ressaltar a importância de tomar as medicações corretamente. “Eu sempre prezo pela tomada da medicação diariamente. Nunca deixei de tomar a medicação até hoje, mais de 21 anos, vai fazer 23 anos que vivo com HIV e aids”, afirma.

 Além da distribuição de todas as cidades alagoanas, a Secretaria Estadual de Saúde vai colocar pontos de coleta nos shoppings Miramar, Maceió e Pátio, no Terminal do Veículo Livre sobre Trilhos (VLT), Terminal Rodoviário de Maceió, Feirinha do Artesanato da Pajuçara, além do Garden Shopping, em Arapiraca (AL). É o que informa a assessora técnica de doenças transmissíveis da Secretaria de Saúde de Alagoas, Jackeline Targino. “Vamos colocar totens com camisinhas para as pessoas pegarem a vontade na região ali da praia, ali na avenida da Paz, na manifestação das festas onde vão ocorrer, na saída dos blocos. Ao longo da semana, a gente tem os totens nos shoppings aqui na capital e na cidade de Arapiraca, tem no terminal rodoviário e estamos articulando também a colocação de totens na praia, onde tem a presença de muitos turistas, e em alguns barzinhos, que tem muitos jovens que se concentram para comemorar o carnaval”, explica.

 Então, não se descuide! A dica é simples para os foliões: pare, pense e use camisinha. Qualquer dúvida procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil. 


 


Comente...

Cadastre-se

LOC.: Está chegando a época da maior festa tradicional do Brasil: o carnaval. Para não deixar de aproveitar a folia, é importante que a população alagoana não deixe o cuidado com a saúde de lado e se previna do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis, as chamadas IST. Por isso, a Secretaria de Saúde de Alagoas vai distribuir um milhão e quatrocentos mil preservativos aos 102 municípios do estado. A assessora técnica de Doenças Transmissíveis da Secretaria de Saúde de Alagoas, Jackeline Targino, alerta para a importância da utilização do preservativo durante as relações sexuais. 

TEC./SONORA: Jackeline Targino, assessora técnica de Doenças Transmissíveis da SESAU.

“O uso do preservativo é a maneira mais simples e eficaz de controlar qualquer doença sexualmente transmissível e uma gravidez não planejada. Enfim, em qualquer época do ano, se proteja e se previna usando o preservativo. O estado de Alagoas disponibiliza de forma gratuita, em vários pontos do estado, é só ir lá, pegar, não precisa se identificar”.  
 

LOC.: De acordo com o Ministério da Saúde, o número de pessoas que vivem com HIV têm aumentado no Brasil. 73% dos novos casos são em homens. Dados do Sistema de Informação de Agravos e Notificações (Sinan) apontam que Alagoas registrou, em 2018, 424 casos de aids e 909 casos de infecção pelo vírus, que ocorre quando a doença não se manifestou. Neste ano, o estado notificou até o momento quatro casos de aids e 43 de HIV. 

Quem vive com a doença mostra que é possível levar uma vida com qualidade, mesmo diante dos desafios que a aids e o HIV trazem. Cláudio Vilarins, professor aposentado, de 73 anos, recebeu o diagnóstico em 1995. Ele conta que procurou ajuda quando sentiu os sintomas da Tuberculose, doença clássica de pessoas que vivem com o vírus por conta da imunidade mais baixa. Na época, o professor teve que ir a centros de coleta de sangue, já que não havia exames para diagnosticar a aids. Em estágio avançado da doença, Cláudio, durante os primeiros anos de tratamento, teve três casos de pneumonia, e sofreu também com enfraquecimento, diarreia e perda de peso. Mais de 20 anos depois de conviver com a doença, ele faz questão de ressaltar a importância de tomar as medicações corretamente.
 

TEC./SONORA: Cláudio Vilarins, aposentado. 

“Eu sempre prezo pela tomada da medicação diariamente. Nunca deixei de tomar a medicação até hoje, mais de 21 anos, vai fazer 23 anos que vivo com HIV e aids”.
 

LOC.: Além da distribuição de todas as cidades alagoanas, a Secretaria Estadual de Saúde vai colocar pontos de coleta nos shoppings Miramar, Maceió e Pátio, no Terminal do Veículo Livre sobre Trilhos (VLT), Terminal Rodoviário de Maceió, Feirinha do Artesanato da Pajuçara, além do Garden Shopping, em Arapiraca (AL). É o que informa a assessora técnica de doenças transmissíveis da Secretaria de Saúde de Alagoas, Jackeline Targino.

TEC./SONORA: Jackeline Targino, assessora técnica de Doenças Transmissíveis da SESAU.
    
“Vamos colocar totens com camisinhas para as pessoas pegarem a vontade na região ali da praia, ali na avenida da Paz, na manifestação das festas onde vão ocorrer, na saída dos blocos. Ao longo da semana, a gente tem os totens nos shoppings aqui na capital e na cidade de Arapiraca, tem no terminal rodoviário e estamos articulando também a colocação de totens na praia, onde tem a presença de muitos turistas, e em alguns barzinhos, que tem muitos jovens que se concentram para comemorar o carnaval”.
 

LOC.: Então, não se descuide! A dica é simples para os foliões: pare, pense e use camisinha. Qualquer dúvida procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.