Menu

ALIMENTOS CONTAMINADOS: Conheça os sinais e sintomas e como proceder para evitá-la

A contaminação por alimentos geralmente se manifesta com sintomas gastrointestinais como diarreia e vômito. Mas os sinais podem aparecer em outros locais do corpo.

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Fonte: Burst

Saiu para comer com os amigos e voltou para casa com algum mal-estar? Este é o momento de estar atento aos possíveis sinais de doenças que podem ser transmitidas por alimentos contaminados. A contaminação por alimentos geralmente se manifesta com sintomas gastrointestinais como diarreia e vômito. Mas os sinais podem aparecer em outros locais do corpo, como explica Juliene Borges, analista técnica do núcleo de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde.
 
“Se ela apresentar um outro sintoma que não seja gastrointestinal, principalmente neurológico como tontura, vertigem, convulsão, alguma questão de urina também (de uma cor diferente) ... É importante procurar imediatamente o serviço porque é necessário um suporte mais especializado e ela pode agravar muito rapidamente”.
 
Na maioria das vezes, os alimentos e a água contaminados se autodenunciam com odor, gosto ou até a aparência, como a cor alterada. Mas nossa atenção deve ser redobrada quando nenhuma dessas características está presente. Alimentos enlatados e embutidos precisam de atenção redobrada antes do consumo.  Mas não é apenas fora de casa que estamos sujeitos a ingerir alimentos contaminados. Por isso, o cuidado na hora de manusear a comida mesmo dentro de casa é fundamental. A analista Juliene Borges dá dicas para evitar contaminações.
 
“Cozinhar bastante as carnes. Ela não pode estar com aquele aspecto cru ou malpassado porque ela pode transmitir algumas bactérias muito perigosas. O leite também tem que ser pasteurizado ou fervido e não consumir seus derivados - como queijos - que não sejam pasteurizados. Pescados e mariscos também devem ser consumidos cozidos, grelhados, assados...Enfim, não consumir peixes, carnes - seja de carne bovina, frango -  cruas ou mal passadas. E se atentar sempre para a proteção dos alimentos”.
 
Os alimentos armazenados em casa devem sempre estar bem fechados e longe do chão – para evitar a aproximação de roedores ou outros animais. Em caso de contaminação por alimento, procure uma Unidade de Saúde. Crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade devem ter uma atenção especial, assim que os sintomas iniciarem.
 
Reportagem, Aline do Valle.
 

Aline do Valle



Cadastre-se

Saiu para comer com os amigos e voltou para casa com algum mal-estar? Este é o momento de estar atento aos possíveis sinais de doenças que podem ser transmitidas por alimentos contaminados. A contaminação por alimentos geralmente se manifesta com sintomas gastrointestinais como diarreia e vômito. Mas os sinais podem aparecer em outros locais do corpo, como explica Juliene Borges, analista técnica do núcleo de Vigilância Sanitária do Ministério da Saúde.


“Se ela apresentar um outro sintoma que não seja gastrointestinal, principalmente neurológico como tontura, vertigem, convulsão, alguma questão de urina também (de uma cor diferente) ... É importante procurar imediatamente o serviço porque é necessário um suporte mais especializado e ela pode agravar muito rapidamente”.
 

Na maioria das vezes, os alimentos e a água contaminados se autodenunciam com odor, gosto ou até a aparência, como a cor alterada. Mas nossa atenção deve ser redobrada quando nenhuma dessas características está presente. Alimentos enlatados e embutidos precisam de atenção redobrada antes do consumo.  Mas não é apenas fora de casa que estamos sujeitos a ingerir alimentos contaminados. Por isso, o cuidado na hora de manusear a comida mesmo dentro de casa é fundamental. A analista Juliene Borges dá dicas para evitar contaminações.

 
“Cozinhar bastante as carnes. Ela não pode estar com aquele aspecto cru ou malpassado porque ela pode transmitir algumas bactérias muito perigosas. O leite também tem que ser pasteurizado ou fervido e não consumir seus derivados - como queijos - que não sejam pasteurizados. Pescados e mariscos também devem ser consumidos cozidos, grelhados, assados...Enfim, não consumir peixes, carnes - seja de carne bovina, frango -  cruas ou mal passadas. E se atentar sempre para a proteção dos alimentos”.
 

Os alimentos armazenados em casa devem sempre estar bem fechados e longe do chão – para evitar a aproximação de roedores ou outros animais. Em caso de contaminação por alimento, procure uma Unidade de Saúde. Crianças, idosos e pessoas com baixa imunidade devem ter uma atenção especial, assim que os sintomas iniciarem.