Menu

Alunos do SESI/SENAI de Catalão (GO) desenvolvem produto para ajudar na higiene bucal de astronautas

Banners
Foto: arquivo pessoal

Desenvolver um produto para ajudar a higiene bucal dos astronautas em viagem ao espaço. Essa é uma das propostas feitas pelo grupo MeqLego, composto por alunos do SESI/SENAI de Catalão, em Goiás.
Ao desenvolver pesquisas os alunos analisaram que os astronautas sofrem com dores no estômago por conta da pasta de dente usada na higiene bucal. Com isso, em cima de estudos os jovens elaboraram a pasta de dente chamada Star Dente.

A proposta do item para higiene bucal passou por alterações e desafios antes de chegar ao ponto para competir no Torneio de Robótica organizado pelo SESI, em parceria com a fabricante de brinquedos LEGO.

Arley Gonçalves, instrutor de educação profissional da escola SENAI de Catalão-GO e responsável pela turma finalista explica que, atualmente, o produto final é feito por 99% de compostos naturais e apenas 1% de conservante, o que acaba causando uma melhor ingestão do produto. “Ela não precisa de água, o astronauta ou até mesmo a pessoa que mora aqui, na Terra, pode escovar o dente sem água e depois engolir a pasta de dente se nenhum dano para a saúde, sem conta que com a parceria que os alunos fizeram com farmácia eles conseguiram com que a data de validade passasse de quatro meses para dois anos, que acabou validando ainda mais o projeto para estar na final”, conta o professor. 

A turma MeqLego também está dedicada no robô.  Para o campeonato final de robótica, a máquina passou por uma repaginada e melhorou os anexos para executarem as provas com mais eficiência.  O instrutor conta que os alunos vêm trabalhando no robô para que aceite diferentes ambientes sem diminuir a pontuação.

Com toda essa dedicação, que vai em média 12 horas de treino por dia, Arley Gonçalves ressalta como o desempenho dos alunos só apresenta melhoras. O interesse e procura nas áreas de engenharia e exatas vêm aumentando, sem contar o amadurecimento dos alunos. “É uma equipe de pequenos adultos, que são crianças que quando vão se desenvolvendo com o torneio vai amadurecendo, vai desenvolvendo, vai melhorando na vida fora da escola. A gente trabalha aqui também com os valores, e eles levam isso pra vida deles lá fora. A gente fala que os valores não têm que ser aplicados somente aqui na escola, mas tem que ser levado pra família. E a gente observa que eles carregam isso pra vida deles”, avalia.

A aluna Maria Júlia Alves do Nascimento, de 16 anos, que está empenhada nos projetos, conta que o interesse bela robótica só aumentou depois de entrar para o grupo e está decidida a fazer a Engenharia Mecatrônica no futuro. Segundo a aluna, a experiência que está vivendo é única. “Não só eu, mas todo mundo, estamos muito ansiosos e estamos bastante confiantes porque estamos dando nosso melhor e a gente quer sair do torneio com a sensação de dever cumprido”, conta.

Torneio de Robótica

O Torneio SESI de Robótica FIRST® LEGO® League é realizado no Brasil há mais de 10 anos e, a cada ano, tem um tema central. Em 2019, a temática é IntoOrbit. Os participantes terão que trabalhar em cima de soluções para as problemáticas que envolvem o espaço e desenvolver facilitadores para a vida dos astronautas. League é um programa internacional de exploração científica, projetado para fazer com que crianças e jovens de 9 a 16 anos se entusiasmem com ciência e tecnologia e adquiram habilidades de trabalho e de vida.

O torneio propõe que estudantes sejam apresentados ao mundo da ciência e da tecnologia de forma divertida, por meio da construção e programação de robôs feitos inteiramente com peças da tecnologia LEGO®. A competição de robótica pode ser usada no ambiente escolar, mas não é projetada exclusivamente para esse propósito. Os jovens podem estar associados a uma escola, um clube, uma organização ou simplesmente ser formado por um grupo de amigos, desde que liderados por dois técnicos adultos. O SESI é responsável pela operação oficial do torneio no país.

Quer saber mais sobre robótica?
Acesse: http://www.portaldaindustria.com.br/sesi/canais/torneio-de-robotica/
 

Juliana Gonçalves

A carreira jornalística de Juliana deu início com assessoria de imprensa. Após um tempo, entrou como estagiária na redação da Agência do Rádio. Trabalhou, também, na TV Band com foco em política por um tempo e voltou para nossa redação como repórter em 2018.


Cadastre-se

LOC.: Em busca de novos produtos para facilitar e melhorar a vida dos astronautas no espaço os alunos do SESI/SENAI de Catalão (GO) desenvolveram um produto para ajudar a higiene bucal.

Ao desenvolver pesquisas os alunos analisaram que os astronautas sofrem com dores no estômago por conta da pasta de dente usada na higiene bucal. Com isso, em cima de estudos os jovens elaboraram a pasta de dente chamada Star Dente.

A proposta do item para higiene bucal passou por diversas alterações e desafios antes de chegar ao ponto para competir no Torneio de Robótica organizado pelo SESI, em parceria com a fabricante de brinquedos LEGO.

Arley Gonçalves, instrutor de educação profissional da escola Senai de Catalão-GO e responsável pela turma finalista explica que hoje o produto final é feito por 99% de compostos naturais e apenas 1% de conservante, o que acaba causando uma melhor ingestão do produto.
 

TEC./SONORA: Arley Gonçalves, instrutor 

“Ela não precisa de água, o astronauta ou até mesmo a pessoa que mora aqui na terra pode escovar o dente sem água e depois engolir a pasta de dente sem nenhum dano para a saúde, sem conta que com a parceria que os alunos fizeram com farmácia eles conseguiram com que a data de validade passasse de quatro meses para dois anos, que acabou validando ainda mais o projeto para estar na final.”
 

LOC.: Com toda essa dedicação, que vai em média 12 horas de treino por dia, Arley Gonçalves ressalta como o desempenho dos alunos só apresenta melhoras. O interesse e procura nas áreas de engenharia e exatas vêm aumentando, sem contar o amadurecimento dos alunos.

A aluna Maria Júlia Alves do Nascimento, de 16 anos, que está empenhada nos projetos conta que o interesse pela robótica só aumentou depois de entrar para o grupo de competição e está decidida a fazer a Engenharia Mecatrônica na faculdade. Segundo a aluna, a experiência que está vivendo hoje é única não só por ela, como por todos os seus colegas.
 

TEC./SONORA: Maria Júlia Alves Nascimento, estudante

“Não só eu, mas todo mundo, estamos muito ansiosos e estamos bastante confiantes porque estamos dando nosso melhor e a gente quer sair do torneio com a sensação de dever cumprido.”
 

LOC.: O Torneio de Robótica FIRST® LEGO® é realizado no Brasil há mais de 10 anos e, a cada ano, tem um tema central. Em 2019, a temática é IntoOrbit e acontecerá de 15 a 17 de março no Rio de Janeiro.

Reportagem, Juliana Gonçalves