Menu

Após fiasco na Liberta, Galo encara carrasco da Chape pela Sul-Americana

Equipe deve ir a campo com uma escalação praticamente reserva, já que oito titulares serão poupados da partida

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Agência Galo

Na noite desta terça-feira, tem brasileiro entrando em campo querendo recuperar o protagonismo continental.

Pela segunda fase da Sul-Americana, o Atlético Mineiro viaja até o Chile para jogar contra o Unión La Calera. Este será o primeiro jogo do Galo no torneio, já que antes estava na disputa da Copa Libertadores e foi eliminado.

Esse não será o primeiro adversário brasileiro do time chileno. Na primeira fase, o Unión La Calera eliminou a Chapecoense depois de dois empates e ficou com a vaga.

Para a partida, o técnico da equipe mineira, Rodrigo Santana, deve usar jogadores reservas no duelo. A previsão é que pelo menos oito titulares sejam poupados.

A bola rola para Unión La Calera e Galo a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Na noite desta terça-feira, tem brasileiro entrando em campo querendo recuperar o protagonismo continental.

Pela segunda fase da Sul-Americana, o Atlético Mineiro viaja até o Chile para jogar contra o Unión La Calera. Este será o primeiro jogo do Galo no torneio, já que antes estava na disputa da Copa Libertadores e foi eliminado.

Esse não será o primeiro adversário brasileiro do time chileno. Na primeira fase, o Unión La Calera eliminou a Chapecoense depois de dois empates e ficou com a vaga.

Para a partida, o técnico da equipe mineira, Rodrigo Santana, deve usar jogadores reservas no duelo. A previsão é que pelo menos oito titulares sejam poupados.

A bola rola para Unión La Calera e Galo a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa