Menu

BELÉM: Secretaria de Saúde vai distribuir 60 mil preservativos masculinos e dois mil femininos no Circuito Mangueirosa

A camisinha é a forma mais simples para se proteger do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis e o HPV. Em Belém, a Secretaria de Saúde vai distribuir 60 mil camisinhas masculinas, duas mil femininas, além de 15 mil unidades de gel lubrificantes no Circuito Mangueirosa, durante o carnaval.

Banners
Foto: Ministério da Saúde

A folia está chegando, o som já está tocando e não dá para esquecer o mais importante, a prevenção! A camisinha é a forma mais simples para se proteger do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis e o HPV. Em Belém, a Secretaria de Saúde vai distribuir 60 mil camisinhas masculinas, duas mil femininas, além de 15 mil unidades de gel lubrificantes no Circuito Mangueirosa, durante o carnaval. 

O coordenador da Referência Técnica IST, HIV/Aids e Hepatites Virais de Belém, Cledson Sampaio,alerta que o folião para curtir a festa com consciência. 

“O folião tem que estar atento. Ele tem que ver que, no período de carnaval, aumenta o consumo de álcool, mas nada pode ser uma desculpa para não se prevenir. Não importa a época do ano, a prevenção deve ser de suma importância, para todos”. 

Em 2018, mil quinhentos e trinta e dois moradores de Belém foram diagnosticados com HIV. Vale lembrar que os homens representam 73% dos novos casos de HIV no país. Entre esses um quinto está entre os jovens na faixa dos 15 aos 24 anos. 

Mas, lembre-se, o HIV pode ser evitado com um simples ato: usar camisinha. A técnica e psicóloga da Coordenação Estadual de IST/Aids, Marília Leão Magalhães, reforça que o preservativo deve ser usado não apenas no carnaval, mas durante todo o ano.

“A prevenção para IST é de suma importância em qualquer época do ano. Em qualquer evento de relação sexual, é importante o uso do preservativo. Ainda hoje, o uso do preservativo é o método mais recomendado porque, além de prevenir o HIV, também previne as outras IST.”

Em caso de dúvidas, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. E neste carnaval, não se esqueça: escolha se proteger e curta a folia com segurança. O importante é não se descuidar. Pare, pense e use camisinha. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br.Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.
 


Comente...

Cadastre-se

LOC.: A folia está chegando, o som já está tocando e não dá para esquecer o mais importante, a prevenção! A camisinha é a forma mais simples para se proteger do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST), como a sífilis e o HPV. Em Belém, a Secretaria de Saúde vai distribuir 60 mil camisinhas masculinas, duas mil femininas, além de 15 mil unidades de gel lubrificantes no Circuito Mangueirosa, durante o carnaval. 

O coordenador da Referência Técnica IST, HIV/Aids e Hepatites Virais de Belém, Cledson Sampaio,alerta que o folião para curtir a festa com consciência. 
 

TEC/SONORA: Cledson Sampaio, coordenador da Referência Técnica IST, HIV/Aids e Hepatites Virais de Belém

“O folião tem que estar atento. Ele tem que ver que, no período de carnaval, aumenta o consumo de álcool, mas nada pode ser uma desculpa para não se prevenir. Não importa a época do ano, a prevenção deve ser de suma importância, para todos”. 
 

LOC.: Em 2018, mil quinhentos e trinta e dois moradores de Belém foram diagnosticados com HIV. Vale lembrar que os homens representam 73% dos novos casos de HIV no país. Entre esses um quinto está entre os jovens na faixa dos 15 aos 24 anos. 

Mas, lembre-se, o HIV pode ser evitado com um simples ato: usar camisinha. A técnica e psicóloga da Coordenação Estadual de IST/Aids, Marília Leão Magalhães, reforça que o preservativo deve ser usado não apenas no carnaval, mas durante todo o ano.
 

TEC./SONORA: Marília Leão Magalhães, técnica e psicóloga da Coordenação Estadual de IST/Aids.

“A prevenção para IST é de suma importância em qualquer época do ano. Em qualquer evento de relação sexual, é importante o uso do preservativo. Ainda hoje, o uso do preservativo é o método mais recomendado porque, além de prevenir o HIV, também previne as outras IST.”
 

LOC.: Em caso de dúvidas, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. E neste carnaval, não se esqueça: escolha se proteger e curta a folia com segurança. O importante é não se descuidar. Pare, pense e use camisinha. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br.Ministério da Saúde. Governo Federal. Pátria Amada Brasil.