Menu

BOLETIM AGRO: Bovinos de SP serão vacinados durante todo o mês de maio

Safrinha de milho tem boas expectativas após colheitas

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Wenderson Araujo/Trilux

Olá, meu nome é Raphael Costa e este é mais um Boletim Agro, um resumo das principais notícias do agronegócio

Durante este mês de maio os bovinos do estado de São Paulo serão vacinados contra a febre aftosa. Os produtores que não vacinarem, ou deixarem de comunicar a vacinação as autoridades receberá multas. Além disso, houve mudanças na dosagem a que deve ser aplicada nos animais. Quem vai nos dar mais detalhes sobre esse assunto é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla

“É Raphael, o estado de São Paulo não registra focos da doença desde março de 1996. Ainda é importante que os bovídeos, que são os bovinos e os bubalinos continuam a ser vacinados. Essa primeira etapa da campanha de vacinação começa agora no dia 1 a 31 de maio com animais de todas as idades. Um dos principais objetivos é manter esse controle, a manutenção dele, que resulta no não registro de focos da doença. Outro alerta é importante, a vacina contra a febre aftosa teve a dose reduzida de 5ml para 2ml nesta primeira etapa da campanha. O principal motivo desta mudança é, reduzir o volume de óleo mineral que vinha dando alergias nos animais. ”

Cerca de 13% do milho safrinha se encontra em fase de maturação. A informação é da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná. Além disso, 46% do volume plantado está na fase de frutificação. Quais as expectativas para essa produção paranaense, Carla?

“Não só para a safra paranaense, mas para toda a safrinha de milho do Brasil, as expectativas são muito positivas, uma vez que as condições de clima são extremamente favoráveis. Então esses índices que mostram o desenvolvimento vegetativo da safrinha são bastante interessantes. Também temos 30% em floração e 11% no estado vegetativo. 93% das lavouras do Paraná estão em boas ou excelentes condições e 7% em condições médias. ”

Perfeito, Carla. Obrigado pelas informações, até a próxima.

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br.”

Esse foi mais um Boletim Agro, muito obrigado a todos.
 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Olá, meu nome é Raphael Costa e este é mais um Boletim Agro, um resumo das principais notícias do agronegócio.

Durante este mês de maio os bovinos do estado de São Paulo serão vacinados contra a febre aftosa. Os produtores que não vacinarem, ou deixarem de comunicar a vacinação as autoridades receberá multas. Além disso, houve mudanças na dosagem a que deve ser aplicada nos animais. Quem vai nos dar mais detalhes sobre esse assunto é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla
 

“É Raphael, o estado de São Paulo não registra focos da doença desde março de 1996. Ainda é importante que os bovídeos, que são os bovinos e os bubalinos continuam a ser vacinados. Essa primeira etapa da campanha de vacinação começa agora no dia 1 a 31 de maio com animais de todas as idades. Um dos principais objetivos é manter esse controle, a manutenção dele, que resulta no não registro de focos da doença. Outro alerta é importante, a vacina contra a febre aftosa teve a dose reduzida de 5ml para 2ml nesta primeira etapa da campanha. O principal motivo desta mudança é, reduzir o volume de óleo mineral que vinha dando alergias nos animais. ”

Cerca de 13% do milho safrinha se encontra em fase de maturação. A informação é da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Paraná. Além disso, 46% do volume plantado está na fase de frutificação. Quais as expectativas para essa produção paranaense, Carla?

“Não só para a safra paranaense, mas para toda a safrinha de milho do Brasil, as expectativas são muito positivas, uma vez que as condições de clima são extremamente favoráveis. Então esses índices que mostram o desenvolvimento vegetativo da safrinha são bastante interessantes. Também temos 30% em floração e 11% no estado vegetativo. 93% das lavouras do Paraná estão em boas ou excelentes condições e 7% em condições médias. ”

Perfeito, Carla. Obrigado pelas informações, até a próxima.

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br.”

Esse foi mais um Boletim Agro, muito obrigado a todos.