Menu

BOLETIM AGRO: Brasil registra aumento na exportação de bovinos vivos, suínos e na produção de grãos

Quantidade de bovinos vivos exportados, em março, aumentou 35% em comparação com fevereiro

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: CNA Brasil

Olá, meu nome é Paulo Henrique Gomes e esta é mais edição do Boletim Agro, com as principais novidades do agronegócio no Brasil e no mundo.

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Brasil registrou aumento no número de bovinos vivos exportados em março. A jornalista do Notícias Agrícolas, Carla Mendes, é quem vai comentar esse aumento.

“Segundo a Secretaria de Comércio Exterior, a SECEX, o Brasil exportou 48,6 mil cabeças de bovinos vivos no mês passado, com um faturamento que acabou resultado em US$ 31,8 milhões para o Brasil. Esse volume foi 7,6 maior do que o embarcado em março de 2018, 35% maior do que fevereiro, ou seja, em comparação com o mês passado”.

Carla, a China, Hong Kong e a Rússia, que são alguns dos principais parceiros comerciais do Brasil, aumentaram a exportação de suínos do nosso país em 1,8%, em comparação ao último mês. Isso gera alguma consequência para a população brasileira?

“Claro que esse desempenho trouxe uma melhora também nos preços. Nós tivemos uma melhora nos preços da carne suína brasileira justamente porque tivemos essa maior exportação. China, Hong Kong e Rússia juntos responderam por 60% das vendas feitas pelo Brasil”.

Perfeito, Carla. Foi divulgado por alguns órgãos que a estimativa é de aumento na produção de grãos no país. É isso mesmo?

“A Companhia Nacional de Abastecimento divulgou o seu sétimo levantamento de safra nesta quinta-feira, 11 de abril, que trouxe uma variação positiva de 3,4% em relação à safra passada e o aumento de 7,7 milhões de toneladas na produção de grãos do Brasil da safra de 2018/2019. E esse total, portanto, segundo a Conab, deve ser de 235,3 milhões de toneladas. E nós tivemos também a terceira estimativa para a safra de grão de 2019 do IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que traz a sua estimativa em 230,1 milhões de toneladas, 1.6% a mais do que a do ano passado. Um aumento de 3,6 milhões de toneladas em relação à safra anterior”.

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo. Para que quiser saber mais sobre o agronegócio brasileiro e mundial: noticiasagricolas.com.br. Até a próxima, Paulo.”

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

Olá, meu nome é Paulo Henrique Gomes e esta é mais edição do Boletim Agro, com as principais novidades do agronegócio no Brasil e no mundo.

A Secretaria de Comércio Exterior do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o Brasil registrou aumento no número de bovinos vivos exportados em março. A jornalista do Notícias Agrícolas, Carla Mendes, é quem vai comentar esse aumento.

“Segundo a Secretaria de Comércio Exterior, a SECEX, o Brasil exportou 48,6 mil cabeças de bovinos vivos no mês passado, com um faturamento que acabou resultado em US$ 31,8 milhões para o Brasil. Esse volume foi 7,6 maior do que o embarcado em março de 2018, 35% maior do que fevereiro, ou seja, em comparação com o mês passado”.

Carla, a China, Hong Kong e a Rússia, que são alguns dos principais parceiros comerciais do Brasil, aumentaram a exportação de suínos do nosso país em 1,8%, em comparação ao último mês. Isso gera alguma consequência para a população brasileira?

“Claro que esse desempenho trouxe uma melhora também nos preços. Nós tivemos uma melhora nos preços da carne suína brasileira justamente porque tivemos essa maior exportação. China, Hong Kong e Rússia juntos responderam por 60% das vendas feitas pelo Brasil”.

Perfeito, Carla. Foi divulgado por alguns órgãos que a estimativa é de aumento na produção de grãos no país. É isso mesmo?

“A Companhia Nacional de Abastecimento divulgou o seu sétimo levantamento de safra nesta quinta-feira, 11 de abril, que trouxe uma variação positiva de 3,4% em relação à safra passada e o aumento de 7,7 milhões de toneladas na produção de grãos do Brasil da safra de 2018/2019. E esse total, portanto, segundo a Conab, deve ser de 235,3 milhões de toneladas. E nós tivemos também a terceira estimativa para a safra de grão de 2019 do IBGE, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que traz a sua estimativa em 230,1 milhões de toneladas, 1.6% a mais do que a do ano passado. Um aumento de 3,6 milhões de toneladas em relação à safra anterior”.

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo. Para que quiser saber mais sobre o agronegócio brasileiro e mundial: noticiasagricolas.com.br. Até a próxima, Paulo.”