Menu

BOLETIM AGRO: Consultoria prevê Brasil ultrapassando EUA na produção de soja

E mais nesta edição: governo federal lança observatório da Agropecuária Brasileira

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Arquivo CNA

Olá, eu sou o Raphael Costa e esta é mais uma edição do Boletim Agro. Você acompanha, agora, os principais destaques do agronegócio.

Um levantamento da consultoria FCStone levantou uma expectativa importante para o Brasil. Segundo o estudo, nosso país poderia tomar o posto de maior produtor de soja do mundo, ultrapassando os Estados Unidos.

Quem vai nos detalhar sobre essa perspectiva é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas.

Seja bem-vinda, Carla.

“Realmente, a primeira estimativa da FCStone apresentou uma produção de 121,4 milhões de toneladas, uma safra recorde e maior do que a safra norte americana este ano, que quebrou em função do clima e não deve chegar a 100 milhões de toneladas. Confirmado esse volume aqui no Brasil, o crescimento com relação à safra passada seria de 5%, resultado também de área planta recorde, 36,4 milhões de hectares de acordo com as estimativas da consultoria.”

O IBGE divulgou nesta semana o valor da produção agrícola de 2018. Segundo a análise, o desempenho bateu o recorde do levantamento, que é feito desde 1974. Entre as culturas que influenciaram esse resultado, de acordo com o IBGE, estão soja, algodão e café total. Nos dê mais detalhes sobre esse resultado, Carla.

“O valor da produção agrícola 2018 de acordo com os dados do IBGE foi de R$ 343,5 bilhões. Como você adiantou, é um novo recorde na série histórica. Apesar disso, nós podemos observar ao mesmo tempo, uma redução ligeira na área plantada. Mas a maior produtividade e os preços melhores acabaram trazendo esse resultado positivo que é 8% maior que o de 2017.”

O presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participaram do lançamento do Observatório da Agropecuária Brasileira. O projeto tem como objetivo fornecer aos gestores informações sobre as necessidades do setor do agro, para que assim, sejam desenvolvidas políticas públicas. Qual a importância desse Observatório, Carla?

“Esse é um projeto de parceria entre o Ministério da Agricultura com a Embrapa e a CNA, e traz 18 projetos estratégicos da atual administração do Ministério da Agricultura. O objetivo é aumentar a competitividade do mercado brasileiro e ampliar a produtividade da agropecuária nacional, identificando os riscos de perda de mercado, desafios relacionados principalmente aos custos de produção, riscos e desafios das exportações e os problemas sociais e ambientais no campo.”

E um projeto prevê que o gado seja uma garantia ao banco no caso de contratação de empréstimos rurais. Como vai funcionar isso, Carla?

“Um chip pendurado na orelha do boi vai permitir com que os pecuaristas ofereçam o animal como garantia ao banco para contratação dos empréstimos rurais. Isso permitiria, inclusive, que as taxas de juros que o produtor teria que enfrentar na hora de contratar o crédito."

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo. noticiasagricolas.com.br para ser o produtor rural mais bem informado do Brasil."
 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Olá, eu sou o Raphael Costa e esta é mais uma edição do Boletim Agro. Você acompanha, agora, os principais destaques do agronegócio.

Um levantamento da consultoria FCStone levantou uma expectativa importante para o Brasil. Segundo o estudo, nosso país poderia tomar o posto de maior produtor de soja do mundo, ultrapassando os Estados Unidos.

Quem vai nos detalhar sobre essa perspectiva é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas.

Seja bem-vinda, Carla.

“Realmente, a primeira estimativa da FCStone apresentou uma produção de 121,4 milhões de toneladas, uma safra recorde e maior do que a safra norte americana este ano, que quebrou em função do clima e não deve chegar a 100 milhões de toneladas. Confirmado esse volume aqui no Brasil, o crescimento com relação à safra passada seria de 5%, resultado também de área planta recorde, 36,4 milhões de hectares de acordo com as estimativas da consultoria.”

O IBGE divulgou nesta semana o valor da produção agrícola de 2018. Segundo a análise, o desempenho bateu o recorde do levantamento, que é feito desde 1974. Entre as culturas que influenciaram esse resultado, de acordo com o IBGE, estão soja, algodão e café total. Nos dê mais detalhes sobre esse resultado, Carla.

“O valor da produção agrícola 2018 de acordo com os dados do IBGE foi de R$ 343,5 bilhões. Como você adiantou, é um novo recorde na série histórica. Apesar disso, nós podemos observar ao mesmo tempo, uma redução ligeira na área plantada. Mas a maior produtividade e os preços melhores acabaram trazendo esse resultado positivo que é 8% maior que o de 2017.”

O presidente Jair Bolsonaro e a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, participaram do lançamento do Observatório da Agropecuária Brasileira. O projeto tem como objetivo fornecer aos gestores informações sobre as necessidades do setor do agro, para que assim, sejam desenvolvidas políticas públicas. Qual a importância desse Observatório, Carla?

“Esse é um projeto de parceria entre o Ministério da Agricultura com a Embrapa e a CNA, e traz 18 projetos estratégicos da atual administração do Ministério da Agricultura. O objetivo é aumentar a competitividade do mercado brasileiro e ampliar a produtividade da agropecuária nacional, identificando os riscos de perda de mercado, desafios relacionados principalmente aos custos de produção, riscos e desafios das exportações e os problemas sociais e ambientais no campo.”

E um projeto prevê que o gado seja uma garantia ao banco no caso de contratação de empréstimos rurais. Como vai funcionar isso, Carla?

“Um chip pendurado na orelha do boi vai permitir com que os pecuaristas ofereçam o animal como garantia ao banco para contratação dos empréstimos rurais. Isso permitiria, inclusive, que as taxas de juros que o produtor teria que enfrentar na hora de contratar o crédito."

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo, noticiasagricolas.com.br para ser o produtor rural mais bem informado do Brasil."