Menu

BOLETIM AGRO: Menor oferta do boi deve causar aumento no preço da arroba nos próximos dias

Safra de 2018/2019 no Mato Grosso é recorde com quase o dobro da área

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: EBC Arquivo

Eu sou o Raphael Costa e, a partir de agora, você fica por dentro dos principais assuntos do agronegócio no Boletim Agro.

O preço do boi gordo pode subir consideravelmente nos próximos 20 dias, segundo analistas do setor. A regra básica de menor oferta seria o ponto principal dessa valorização da arroba. Quem vai nos contar se há outras questões envolvidas nesse aumento, além de debater outras questões é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla.

“É mais um movimento dessa tendência de recuperação da pecuária brasileira, que nós vemos acontecendo há alguns meses. Estamos tendo, portanto, a confirmação dessa recuperação dos preços que acaba avançando também para a retomada da própria atividade. Ainda assim, essa oferta menor de animais é o ponto chave dessa recuperação de preços, que inclusive, devem chegar aos R$ 20 por arroba e a demanda da China aumentar. As expectativas é que elas aumentem efetivamente, uma vez que com o aumento da demanda dos chineses, poderemos ter mais plantas frigoríficas aptas para exportarem para a China. Algumas análises apontam que poderemos ter mais 25 frigoríficos brasileiros podendo exportar para os chineses ainda de 2019.”

E o Mato Grosso continua contabilizando a produção da safra 2018/2019.

Dados divulgados pela Companhia Nacional de Abastecimento, a Conab, apontam para mais um recorde histórico do estado, que segue pelo oitavo ano consecutivo como o maior produtor do Brasil. De quanto é a estimativa e o que ela representa, Carla?

“Espera-se que oferta de grãos e fibras do Mato Grosso seja 8,9% maior esse ano em comparação ao recorde anterior, que foi de mais de 61 milhões de toneladas. A expectativa é de que a produção do estado alcance mais de 67 milhões nesta temporada 2018/2019. Então temos um ganho na produtividade, na produção e na área plantada, que cresceu quase o dobro em relação ao ano anterior. Essa contabilidade traz principalmente as culturas de soja, milho e algodão. Milho, lembrando, que são as duas safras.”

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Eu sou o Raphael Costa e, a partir de agora, você fica por dentro dos principais assuntos do agronegócio no Boletim Agro.

O preço do boi gordo pode subir consideravelmente nos próximos 20 dias, segundo analistas do setor. A regra básica de menor oferta seria o ponto principal dessa valorização da arroba. Quem vai nos contar se há outras questões envolvidas nesse aumento, além de debater outras questões é a jornalista Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla.
 

“É mais um movimento dessa tendência de recuperação da pecuária brasileira, que nós vemos acontecendo há alguns meses. Estamos tendo, portanto, a confirmação dessa recuperação dos preços que acaba avançando também para a retomada da própria atividade. Ainda assim, essa oferta menor de animais é o ponto chave dessa recuperação de preços, que inclusive, devem chegar aos R$ 20 por arroba e a demanda da China aumentar. As expectativas é que elas aumentem efetivamente, uma vez que com o aumento da demanda dos chineses, poderemos ter mais plantas frigoríficas aptas para exportarem para a China. Algumas análises apontam que poderemos ter mais 25 frigoríficos brasileiros podendo exportar para os chineses ainda de 2019.”

“É mais um movimento dessa tendência de recuperação da pecuária brasileira, que nós vemos acontecendo há alguns meses. Estamos tendo, portanto, a confirmação dessa recuperação dos preços que acaba avançando também para a retomada da própria atividade. Ainda assim, essa oferta menor de animais é o ponto chave dessa recuperação de preços, que inclusive, devem chegar aos R$ 20 por arroba e a demanda da China aumentar. As expectativas é que elas aumentem efetivamente, uma vez que com o aumento da demanda dos chineses, poderemos ter mais plantas frigoríficas aptas para exportarem para a China. Algumas análises apontam que poderemos ter mais 25 frigoríficos brasileiros podendo exportar para os chineses ainda de 2019.”

“Espera-se que oferta de grãos e fibras do Mato Grosso seja 8,9% maior esse ano em comparação ao recorde anterior, que foi de mais de 61 milhões de toneladas. A expectativa é de que a produção do estado alcance mais de 67 milhões nesta temporada 2018/2019. Então temos um ganho na produtividade, na produção e na área plantada, que cresceu quase o dobro em relação ao ano anterior. Essa contabilidade traz principalmente as culturas de soja, milho e algodão. Milho, lembrando, que são as duas safras.”

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“Eu que agradeço, até a próxima. Aos ouvintes que quiserem saber mais, acessem noticiasagricolas.com.br ”