Menu

BOLETIM AGRO: Exportações de carne suína crescem em abril

Confira as principais notícias do Agronegócio

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Reprodução CNA

Olá, eu sou o Raphael Costa e esta é mais uma edição do Boletim Agro, em que trazemos as principais novidades do agronegócio no Brasil e no mundo.
A Associação Brasileira de Proteína Animal anunciou os números relacionados as exportações brasileiras de carne suína. Segundo o levantamento, foram mais de 58 mil toneladas no mês de abril. Quem vai nos dar mais detalhes sobre esse resultado, além de comentar outras situações é a Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla.

“As exportações brasileiras de carne, de um modo geral, estão em um bom momento, se recuperando com relação aos anos anteriores e com a carne suína não é diferente. Esse volume das nossas exportações é 44% maior do que no mesmo período do ano passado se falarmos de abril especificamente. Em receita, nós aumentamos 27,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. Nós conseguimos uma receita, só com exportação de carne suína, de US$ 119,7 milhões. No acumulado do ano, o setor exportou 215,7 mil toneladas, volume 10,29% maior do que foi exportado no primeiro quadrimestre do ano anterior.”

E os produtores de algodão seguem preocupados. A lentidão nas negociações da pluma e uma queda nos preços marcam o início do mês para a cultura. O que está influenciando isso, Carla?

“Esses recuos nos preços do algodão refletem um interesse menor por parte dos compradores, que mostram baixo interesse por novas aquisições no mercado disponível. Com isso, eles ofertam pequenos valores, para essas pequenas reposições dos seus estoques. Então, nós tivemos uma demanda um pouco mais desaquecida neste momento, isso faz com que as cotações sigam pressionadas.”

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo. Para quem quiser saber mais sobre o agronegócio brasileiro e mundial: noticiasagricolas.com.br. Até a próxima, Raphael".
  
 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Olá, eu sou o Raphael Costa e esta é mais uma edição do Boletim Agro, em que trazemos as principais novidades do agronegócio no Brasil e no mundo.

A Associação Brasileira de Proteína Animal anunciou os números relacionados as exportações brasileiras de carne suína. Segundo o levantamento, foram mais de 58 mil toneladas no mês de abril. Quem vai nos dar mais detalhes sobre esse resultado, além de comentar outras situações é a Carla Mendes, do Notícias Agrícolas. Bem-vinda, Carla.
 

“As exportações brasileiras de carne, de um modo geral, estão em um bom momento, se recuperando com relação aos anos anteriores e com a carne suína não é diferente. Esse volume das nossas exportações é 44% maior do que no mesmo período do ano passado se falarmos de abril especificamente. Em receita, nós aumentamos 27,6% em relação ao mesmo mês do ano passado. Nós conseguimos uma receita, só com exportação de carne suína, de US$ 119,7 milhões. No acumulado do ano, o setor exportou 215,7 mil toneladas, volume 10,29% maior do que foi exportado no primeiro quadrimestre do ano anterior.”

E os produtores de algodão seguem preocupados. A lentidão nas negociações da pluma e uma queda nos preços marcam o início do mês para a cultura. O que está influenciando isso, Carla?

“Esses recuos nos preços do algodão refletem um interesse menor por parte dos compradores, que mostram baixo interesse por novas aquisições no mercado disponível. Com isso, eles ofertam pequenos valores, para essas pequenas reposições dos seus estoques. Então, nós tivemos uma demanda um pouco mais desaquecida neste momento, isso faz com que as cotações sigam pressionadas.”

Obrigado pelos esclarecimentos, Carla. Quem quiser saber mais novidades do agronegócio é só acessar o Notícias Agrícolas, certo?

“É isso mesmo. Para que quiser saber mais sobre o agronegócio brasileiro e mundial: noticiasagricolas.com.br. Até a próxima, Raphael.”