Menu

BOLETIM DA SAÚDE – PGM 137

...

Banners

SINOPSE:

O Boletim da Saúde desta semana começa com um assunto muito sério: a estimativa de novos casos de câncer de pulmão em 2019, passa dos 21 mil entre homens e mulheres. Além disso, nosso programa vai falar a respeito de alguns cuidados que as pessoas devem ter com a chegada do verão.


*******************

 ABERTURA: Boletim da Saúde. Parceria Rede Nacional de Rádio e Ministério da Saúde.

 

LOC JANARY: Olá, ouvintes, muito bem vindos a mais nova edição do nosso programa! É uma enorme satisfação ter a atenção de vocês para passar algumas informações importantes e notícias sobre saúde pública. Boletim da Saúde dessa semana vai servir para você, sua família e amigos, então fique atento! Eu sou Janary Damacena e aqui no estúdio comigo, está o Fabrício Lázaro operando a mesa de som. E para apresentar os destaques eu chamo a minha amiga Débora Rocha! E qual a nossa primeira notícia Débora?

 

LOC DEBORA: Olá todos vocês que estão nos acompanhando! Janary, o nosso programa vai continuar tratando sobre o verão e alguns cuidados que as pessoas devem ter com a chegada dessa estação. E o Boletim da Saúde começa com um assunto muito sério: a estimativa de novos casos de câncer de pulmão em 2019, passa dos 21 mil entre homens e mulheres. E sobre isso vamos chamar o repórter Pedro Paulo Souza. Conta mais pra gente, Pedro!

 

LOC PEDRO: Pois é, Débora, o câncer de pulmão é o segundo tipo mais comum no Brasil. Aproximadamente 13% de todos os novos casos de câncer são de pulmão. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2019, são estimados quase 19 mil novos casos de câncer de traqueia, brônquio e pulmão em homens e mais de 12 mil novos casos em mulheres. Os sintomas geralmente não ocorrem até que o câncer esteja avançado, mesmo assim existem sintomas em estágio inicial que as pessoas devem ficar atentas, como afirma o médico Oncologista do Inca, Cristiano Duque.

 

“Tem alguns sinais, sintoma que podem ser sugestivos de câncer de pulmão. Por exemplo, uma pessoa que tem uma tosse persistente, que tem catarro com sangue, e começa a perder peso ou que começa a tratar de pneumonias seguidas, então nesse caso ela tem realmente procurar uma atenção médica, de preferência, com um médico que ela vai ter um segmento e pedir os exames que forem necessários”.

 

LOC PEDRO: Nas últimas décadas, o câncer de pulmão se tornou uma das principais causas de morte evitáveis. Isso porque o tabagismo e a exposição passiva ao tabaco são importantes fatores de risco para o desenvolvimento de câncer de pulmão, como explica Cristiano Duque.

 

“85% dos casos estão diretamente relacionados ao cigarro. Essa é a primeira coisa que a gente tem que lembrar para quem fuma: tentar parar de fumar e para quem não fuma tentar ficar longe de ambientes ou de pessoas que fumam. E, de forma geral, que serve para câncer de pulmão, mas para outros tipos de câncer, é recomendado também tentar ter uma vida saudável com atividade física, tentando ter uma alimentação saudável”.

 

LOC PEDRO: O tratamento do câncer de pulmão depende do estágio da doença, podendo ser tratado com cirurgia, quimioterapia ou radioterapia, ou ainda várias modalidades combinadas.

 

LOC JANARY: Muito obrigado pelas informações Pedro. E é importante saber que para o tratamento ser adequado, é necessário fazer um diagnóstico específico para definir se a doença está localizada apenas no pulmão ou se existem também focos em outros órgãos.

 

LOC DEBORA: Mas... mudando um pouco de assunto, vamos falar agora sobre o verão. Na edição passada do nosso boletim, nós começamos a dar algumas dicas para se cuidar bem durante essa estação. E hoje vamos continuar abordando esse assunto e quem traz mais detalhes é a repórter Aline do Valle.

 

LOC ALINE: É verão, época em que o sol fica ainda mais intenso. Esse é o momento de fazermos do protetor solar um item essencial do dia a dia. Principalmente em ambientes abertos como parques, praias e áreas com piscina. Durante o mês de janeiro vamos trazer a você dicas da dermatologista Ivana Garcia para aproveitar melhor o filtro solar. Hoje você entenderá porque é necessário retocar o filtro solar ao longo do dia.

 

“A grande maioria dos protetores solares do mercado brasileiro eles tem duração de duas a três horas. E esse protetor vai deixar de agir porque a gente tem que lembrar que ele é uma química ele vai se deteriorando; e aí você está verdade precisa reaplicar nem que seja por cima da maquiagem. Para manter o fator de proteção”.

 

LOC ALINE: Lembre-se: a exposição excessiva ao sol pode ter graves consequências, como o câncer de pele. O protetor solar é um grande aliado na prevenção. Saiba mais em saude.gov.br/cancerdepele ou saude.gov.br/insolação.

 

LOC DEBORA: E com essa última informação chegou ao fim o nosso programa. Se você gostou das reportagens ou quiser saber mais sobre algum tema do nosso programa, basta acessar nossa playlist em SoundCloud.com/ministeriodasaude. Muito obrigada pela audiência e obrigada pela companhia Janary. Uma ótima semana para todos e até o programa que vem.

 

LOC JANARY: E para continuar acompanhando outras notícias do Ministério da Saúde basta acessar o portal saúde.gov.br e as nossas redes sociais: facebook.com/minsaude e pelo twitter, @minsaude. Uma ótima semana para todos e até o próximo programa Debora!


ENCERRAMENTO: Boletim do Ministério da Saúde. Apresentação Débora Rocha e Janary Damacena. Reportagem: Pedro Paulo Souza e Aline do Valle. Trabalhos técnicos de Fabrício Lázaro e Rafael Santos. Realização Ministério da Saúde.

Agência do Rádio



Cadastre-se