Menu

Bolsonaro vai à Índia assinar contratos comerciais e tecnológicos

Secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty, Reinaldo Salgado, confirmou que o presidente irá à Nova Déli, capital da Índia, entre os dias 25 e 27 de janeiro

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

O secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty, Reinaldo Salgado, confirmou que o presidente Jair Bolsonaro irá à Nova Déli, capital da Índia, entre os dias 25 e 27 de janeiro. A viagem tem como objetivo a assinatura de 12 acordos comerciais e tecnológicos. Bolsonaro participará de almoços e jantares, fará uma visita ao Museu Gandhi e será convidado de honra na cerimônia do Dia da República. A data lembra a entrada em vigor de sua Constituição, em 1950.

Seis ministros também irão à Índia. Estão confirmados o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; a ministra da Agricultura, Tereza Cristina; o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, além do ministro da Cidadania, Osmar Terra.


 

Camila Costa

Jornalista formada há 10 anos, foi repórter de política no Jornal Tribuna do Brasil, do Jornal Alô Brasília e do Jornal de Brasília. Por cinco anos esteve no Correio Braziliense, como repórter da editoria de Cidades. Foi repórter e coordenadora de redação na Secretaria Especial de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário (Sead), vinculada à Presidência da República. Recebeu, por duas vezes, o Prêmio PaulOOctavio de Jornalismo e, em 2014, o Prêmio Imprensa Embratel/Claro 15° Edição. Hoje, Camila é repórter da redação da Agência do Rádio.


Cadastre-se

LOC.: O secretário de Negociações Bilaterais na Ásia, Pacífico e Rússia do Itamaraty, Reinaldo Salgado, confirmou que o presidente Jair Bolsonaro irá à Nova Déli, capital da Índia, entre os dias 25 e 27 de janeiro. A viagem tem como objetivo a assinatura de 12 acordos comerciais e tecnológicos. Bolsonaro participará de almoços e jantares, fará uma visita ao Museu Gandhi e será convidado de honra na cerimônia do Dia da República. A data lembra a entrada em vigor de sua Constituição, em 1950.

Seis ministros também irão à Índia. Estão confirmados o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo; a ministra da Agricultura, Tereza Cristina; o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque; o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes; o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno, além do ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Reportagem, Camila Costa