Menu

BOTELHOS (MG): Enfermeira do programa materno infantil do município explica benefícios do aleitamento materno

Em Botelhos, profissionais de saúde locais buscam conscientizar mães, gestantes e famílias sobre todos esses benefícios.

Banners
Ítalo Novais

O leite materno tem papel fundamental na vida dos recém-nascidos e de crianças. Segundo dados do Ministério da Saúde, a amamentação reduz em 13% a mortalidade infantil em crianças menores de cinco anos por causas evitáveis. Os nutrientes do leite materno são essenciais para um desenvolvimento mais saudável dos pequenos e previne de infecções, alergias, doenças crônicas e cânceres infantis.

E os benefícios do aleitamento materno não param por aí. A enfermeira do programa materno infantil de Botelho-MG, Adalgisa Anunciação, conta mais. 

“Observamos que as crianças que são amamentadas têm uma saúde muito melhor. As idas ao pediatra são voltadas apenas para a puericultura e não estão relacionadas à questão de estarem doentes. Além disso, observamos o desenvolvimento da fala e do cognitivo.”

Em Botelhos, profissionais de saúde locais buscam conscientizar mães, gestantes e famílias sobre todos esses benefícios. Segundo Adalgisa, também é realizado trabalho de apoio às mulheres que têm dificuldades na amamentação.

Ocorre em todo o país a Semana Mundial da Amamentação (SMAM). Neste ano, a iniciativa tem como objetivo conscientizar pais e familiares sobre o seu papel no apoio à prática do aleitamento materno. 

A Virgínia de Castro, de 28 anos, moradora de Botelhos, teve o amparo do marido e da mãe, para amamentar o pequeno João Antônio, de cinco meses.  A enfermeira comprova que o leite materno está sendo fundamental para a saúde do filho. 

“Ele está quase completando seis meses e até hoje nunca ficou doentinho, mesmo nesse inverno. Então, acho que o aleitamento é tudo de melhor que a gente pode oferecer.” 

A amamentação é a forma de proteção mais econômica e eficaz para redução da mortalidade infantil. Por isso, incentive todas as mulheres que você conhece a amamentarem os seus filhos. Amamentação. Incentive a família, alimente a vida. Para mais informações, acesse saude.gov.br/amamentacao.
 

Agência do Rádio



Cadastre-se

LOC.: O leite materno tem papel fundamental na vida dos recém-nascidos e de crianças. Segundo dados do Ministério da Saúde, a amamentação reduz em 13% a mortalidade infantil em crianças menores de cinco anos por causas evitáveis. Os nutrientes do leite materno são essenciais para um desenvolvimento mais saudável dos pequenos e previne de infecções, alergias, doenças crônicas e cânceres infantis.

E os benefícios do aleitamento materno não param por aí. A enfermeira do programa materno infantil de Botelho-MG, Adalgisa Anunciação, conta mais. 

“Observamos que as crianças que são amamentadas têm uma saúde muito melhor. As idas ao pediatra são voltadas apenas para a puericultura e não estão relacionadas à questão de estarem doentes. Além disso, observamos o desenvolvimento da fala e do cognitivo.”

LOC.: Em Botelhos, profissionais de saúde locais buscam conscientizar mães, gestantes e famílias sobre todos esses benefícios. Segundo Adalgisa, também é realizado trabalho de apoio às mulheres que têm dificuldades na amamentação.

Ocorre em todo o país a Semana Mundial da Amamentação (SMAM). Neste ano, a iniciativa tem como objetivo conscientizar pais e familiares sobre o seu papel no apoio à prática do aleitamento materno. 

A Virgínia de Castro, de 28 anos, moradora de Botelhos, teve o amparo do marido e da mãe, para amamentar o pequeno João Antônio, de cinco meses.  A enfermeira comprova que o leite materno está sendo fundamental para a saúde do filho.
 

“Ele está quase completando seis meses e até hoje nunca ficou doentinho, mesmo nesse inverno. Então, acho que o aleitamento é tudo de melhor que a gente pode oferecer.” 

LOC.: A amamentação é a forma de proteção mais econômica e eficaz para redução da mortalidade infantil. Por isso, incentive todas as mulheres que você conhece a amamentarem os seus filhos. Amamentação. Incentive a família, alimente a vida. Para mais informações, acesse saude.gov.br/amamentacao.