Menu

Brasileirão começa neste final de semana com VAR e novidades nas regras

Entre as mudanças, qualquer jogada de gol em que a bola for tocada pela mão do jogador será invalidada

Banners
Foto: Reprodução/CBF

Finalmente acabou a espera. O torcedor brasileiro pode se preparar muitos meses de emoção no futebol pela frente, já que neste fim de semana começa o cobiçado e disputado Campeonato Brasileiro. E neste ano, além da utilização do árbitro de vídeo (VAR), o torneio terá novidades nas regras.

O órgão internacional que regulamenta as regras do futebol promoveu mudanças em 2019 a fim de melhorar a conduta dos jogadores, estimular o respeito e o jogo limpo, além de aumentar o tempo efetivo de jogo.

Entre as principais alterações, está o toque de mão na bola. A nova regra prevê que, qualquer jogada de gol em que a bola for tocada pela mão do jogador, será invalidada. Além disso, jogadores serão punidos em situações onde há mão não intencional, ou seja, quando a bola bate sem querer na mão ou no braço do jogador.

Em outra mudança importante, se um goleiro tenta chutar a bola vinda de um arremesso lateral ou recuo de bola de um jogador de sua equipe, mas esse chute sair errado ou ele não acertar a bola, passa a ser permitido pegar a bola com a mão. Antes dessa mudança, ele não podia pegar a bola com a mão em nenhuma hipótese. Uma outra alteração permite que o goleiro fique com apenas um pé, e não mais os dois, em cima da linha na hora da cobrança de pênalti.

Rodada

Na primeira rodada do Brasileirão, o destaque está no confronto entre dois dos melhores elencos do Brasil. Flamengo e Cruzeiro fazem jogão neste sábado, às nove horas da noite, no Maracanã.  Outra partida que chama atenção logo na abertura do campeonato é entre Grêmio e Santos, em Porto Alegre, às 11 da manhã de domingo.

São Paulo e Botafogo abrem o Brasileirão às quatro da tarde de sábado, no Morumbi. No mesmo dia, às sete da noite, o Galo busca reabilitação na temporada diante do Avaí, no Independência. Em Santa Catarina, a Chape recebe o Internacional.

No horário nobre do futebol, às quatro da tarde de domingo, o CSA reestreia na primeira divisão do Campeonato Brasileiro diante do Ceará, no Castelão. Ainda no Nordeste, o Bahia tem compromisso diante do Corinthians na Fonte Nova. No mesmo horário, o Athetico Paranaense recebe o Vasco na Arena da Baixada.

Encerrando a primeira rodada, no domingo, às sete da noite, ocorre o duelo entre os campeões das séries A e B de 2018. Palmeiras e Fortaleza se enfrentam em São Paulo. No mesmo horário, o Goiás volta à Série A diante do Fluminense, no Maracanã.
 

Thiago Marcolini



Cadastre-se

Finalmente acabou a espera. O torcedor brasileiro pode se preparar muitos meses de emoção no futebol pela frente, já que neste fim de semana começa o cobiçado e disputado Campeonato Brasileiro.

Na primeira rodada, o destaque está no confronto entre dois dos melhores elencos do Brasil. Flamengo e Cruzeiro fazem jogão neste sábado, às nove horas da noite, no Maracanã.  Outra partida que chama atenção logo na abertura do campeonato é entre Grêmio e Santos, em Porto Alegre, às 11 da manhã de domingo.

São Paulo e Botafogo abrem o Brasileirão às quatro da tarde de sábado, no Morumbi. No mesmo dia, às sete da noite, o Galo busca reabilitação na temporada diante do Avaí, no Independência. Em Santa Catarina, a Chape recebe o Internacional.

No horário nobre do futebol, às quatro da tarde de domingo, o CSA reestreia na primeira divisão do Campeonato Brasileiro diante do Ceará, no Castelão. Ainda no Nordeste, o Bahia tem compromisso diante do Corinthians na Fonte Nova. No mesmo horário, o Athetico Paranaense recebe o Vasco na Arena da Baixada.

Encerrando a primeira rodada, no domingo, às sete da noite, ocorre o duelo entre os campeões das séries A e B de 2018. Palmeiras e Fortaleza se enfrentam em São Paulo. No mesmo horário, o Goiás volta à Série A diante do Fluminense, no Maracanã.

O órgão internacional que regulamenta as regras do futebol. Entre as principais alterações, está o toque de mão na bola. A nova regra prevê que, qualquer jogada de gol em que a bola for tocada pela mão do jogador, será invalidada. Além disso, jogadores serão punidos em situações onde há mão não intencional, ou seja, quando a bola bate sem querer na mão ou no braço do jogador.

Em outra mudança importante, se um goleiro tenta chutar a bola vinda de um arremesso lateral ou recuo de bola de um jogador de sua equipe, mas esse chute sair errado ou ele não acertar a bola, passa a ser permitido pegar a bola com a mão. Antes dessa mudança, ele não podia pegar a bola com a mão em nenhuma hipótese. Uma outra alteração permite que o goleiro fique com apenas um pé, e não mais os dois, em cima da linha na hora da cobrança de pênalti.

Reportagem, Thiago Marcolini