Menu

BRASILEIRÃO: Fla bate Inter, vence oitava seguida e se mantém na liderança

São Paulo perde em casa para o Goiás. Na Sul-Americana, Corinthians só empata e é eliminado da competição

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Alexandre Vidal/ Flamengo

Temperatura alta na noite desta quarta-feira (25) com os jogos da rodada do Brasileirão e na Sul-Americana.

No torneio nacional, quatro jogos abriram a 21ª rodada. No Maracanã, o Flamengo deu mais um passo para seguir na liderança. O Rubro-Negro venceu o Internacional por três a um e se manteve no topo da classificação.

Gabigol abriu o placar aos 19, após cobrança de pênalti que ele mesmo sofreu. Esse foi o 18o gol do artilheiro isolado do torneio. No lance, o lateral Bruno foi expulso e deixou o Colorado no prejuízo. O Mengão seguiu melhor durante todo o primeiro tempo, mas não ampliou a vantagem. E o Inter viu a coisa se complicar ainda mais antes do fim do primeiro tempo. Guerrero machucou o rosto após cabeçada com Rodrigo Caio. Revoltado com o supercilio cortado, o atacante reclamou com a arbitragem e também foi expulso.

No segundo tempo, quem balançou a rede primeiro, para a surpresa de todos, foi o Inter, com Edenílson, aos três minutos de jogo. Mas a igualdade durou pouco. Aos 10, Arrascaeta marcou de cabeça após cruzamento perfeito de Rafinha. O uruguaio voltou a ser destaque aos 29, depois de passe preciso para Bruno Henrique só empurrar para o gol e fechar a conta. Flamengo líder absoluto, três, Internacional, quarto colocado, um.

No Morumbi, surpresa desagradável. Em mais uma noite de desempenho fraco, o Tricolor Paulista perdeu para o Goiás por um a zero. O São Paulo segue como sexto colocado, enquanto o esmeraldino deu passo importante e se afastou mais da zona do rebaixamento, se mantendo em 12º na classificação.

Em ótima fase, o Bahia venceu mais uma e pulou para a sétima posição. O Tricolor de Aço venceu o Botafogo por dois a zero, gols de Artur e Élber. O Fogão é o 11º na tabela e não vence há três jogos. 

Mais cedo, o Ceará, 14º, empatou em zero a zero com o Cruzeiro, que saiu da zona do rebaixamento e agora ocupa a 16ª colocação. 
Já pela Sul-Americana, o Corinthians bem que tentou, mas não conseguiu a classificação para a final. A equipe jogou fora de casa contra o Independiente del Valle, do Equador, e empatou em dois a dois. Boselli e Clayson marcaram para o Timão, mas Cabeza e Jhon Sanchéz empataram para o time Jhon Sánchez. Com a derrota no jogo de ida, a equipe paulista deu adeus à competição.

E a emoção vai continuar nesta quinta-feira (26). Pelo Brasileirão, quatro partidas fecham a 21ª rodada. Às 19h30, no Pacaembu, o segundo colocado Palmeiras recebe o 17º CSA. O Verdão precisa da vitória para se manter na busca pela liderança.

Mais tarde, às 20h, é a vez do terceiro colocado Santos entrar em campo. Buscando a reabilitação, o Peixe vai até o Maracanã enfrentar o Fluminense, na 18ª posição na zona do rebaixamento.

Vindo de três vitórias consecutivas, o Grêmio, oitavo colocado, joga em casa contra o penúltimo colocado, Avaí.

Às 21h30, o nono colocado Athletico Paranaense tem compromisso contra o Fortaleza, 15º, na Arena da Baixada.

A bola também rola na Sul-Americana. Depois de perder o jogo de ida por dois a um, o Atlético Mineiro recebe a equipe argentina do Colón para a partida de volta pelas semis. Uma vitória simples por um a zero coloca o Galo na final. As duas equipes entram em campo às 21h30, horário de Brasília.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Temperatura alta na noite desta quarta-feira (25) com os jogos da rodada do Brasileirão e na Sul-Americana.

No torneio nacional, quatro jogos abriram a 21ª rodada. No Maracanã, o Flamengo deu mais um passo para seguir na liderança. O Rubro-Negro venceu o Internacional por três a um e se manteve no topo da classificação.

Gabigol abriu o placar aos 19, após cobrança de pênalti que ele mesmo sofreu. Esse foi o 18o gol do artilheiro isolado do torneio. No lance, o lateral Bruno foi expulso e deixou o Colorado no prejuízo. O Mengão seguiu melhor durante todo o primeiro tempo, mas não ampliou a vantagem. E o Inter viu a coisa se complicar ainda mais antes do fim do primeiro tempo. Guerrero machucou o rosto após cabeçada com Rodrigo Caio. Revoltado com o supercilio cortado, o atacante reclamou com a arbitragem e também foi expulso.

No segundo tempo, quem balançou a rede primeiro, para a surpresa de todos, foi o Inter, com Edenílson, aos três minutos de jogo. Mas a igualdade durou pouco. Aos 10, Arrascaeta marcou de cabeça após cruzamento perfeito de Rafinha. O uruguaio voltou a ser destaque aos 29, depois de passe preciso para Bruno Henrique só empurrar para o gol e fechar a conta. Flamengo líder absoluto, três, Internacional, quarto colocado, um.

No Morumbi, surpresa desagradável. Em mais uma noite de desempenho fraco, o Tricolor Paulista perdeu para o Goiás por um a zero. O São Paulo segue como sexto colocado, enquanto o esmeraldino deu passo importante e se afastou mais da zona do rebaixamento, se mantendo em 12º na classificação.

Em ótima fase, o Bahia venceu mais uma e pulou para a sétima posição. O Tricolor de Aço venceu o Botafogo por dois a zero, gols de Artur e Élber. O Fogão é o 11º na tabela e não vence há três jogos. 

Mais cedo, o Ceará, 14º, empatou em zero a zero com o Cruzeiro, que saiu da zona do rebaixamento e agora ocupa a 16ª colocação. 
Já pela Sul-Americana, o Corinthians bem que tentou, mas não conseguiu a classificação para a final. A equipe jogou fora de casa contra o Independiente del Valle, do Equador, e empatou em dois a dois. Boselli e Clayson marcaram para o Timão, mas Cabeza e Jhon Sanchéz empataram para o time Jhon Sánchez. Com a derrota no jogo de ida, a equipe paulista deu adeus à competição.

E a emoção vai continuar nesta quinta-feira (26). Pelo Brasileirão, quatro partidas fecham a 21ª rodada. Às 19h30, no Pacaembu, o segundo colocado Palmeiras recebe o 17º CSA. O Verdão precisa da vitória para se manter na busca pela liderança.

Mais tarde, às 20h, é a vez do terceiro colocado Santos entrar em campo. Buscando a reabilitação, o Peixe vai até o Maracanã enfrentar o Fluminense, na 18ª posição na zona do rebaixamento.

Vindo de três vitórias consecutivas, o Grêmio, oitavo colocado, joga em casa contra o penúltimo colocado, Avaí.

Às 21h30, o nono colocado Athletico Paranaense tem compromisso contra o Fortaleza, 15º, na Arena da Baixada.

A bola também rola na Sul-Americana. Depois de perder o jogo de ida por dois a um, o Atlético Mineiro recebe a equipe argentina do Colón para a partida de volta pelas semis. Uma vitória simples por um a zero coloca o Galo na final. As duas equipes entram em campo às 21h30, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa