Menu

BRASILEIRÃO: Fla vence Bahia de virada e retoma vantagem de 10 pontos para Palmeiras

Verdão empatou com Corinthians e viu o Santos encostar na classificação

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Alexandre Vidal & Paula Reis/ Flamengo

Fim de semana com muita bola rolando pelo Brasileirão. Nove partidas agitaram a 32ª rodada do campeonato, que caminha para o fim.

Quem não vê a hora para fazer a festa é a torcida do Flamengo, que viu o time líder do campeonato vencer mais uma partida em casa e aumentar a sequência invicta. A vítima da vez foi o Bahia, que até saiu na frente no primeiro tempo, com gol contra de William Arão. Mas, no segundo tempo, o cenário mudou. Reinier, Bruno Henrique e Gabigol trataram de fazer a festa dos mais de 65 mil torcedores que lotaram mais uma vez o Maracanã. Três a um para o Flamengo. O Bahia se manteve na nona posição com a derrota, enquanto o Fla reabriu dez pontos de vantagem sobre o Palmeiras, em segundo.
Isso porque no clássico paulista, Palmeiras e Corinthians empataram em um a um, com os dois gols já nos acréscimos da etapa complementar. O resultado não foi bom para ninguém, já que o Timão caiu para oitavo na tabela e o Verdão só somou um ponto.

Além de ver o Fla reabrindo dez pontos na liderança, o Verdão também viu o rival Santos encostar e ameaçar a segunda posição. Jogando fora de casa, o Peixe venceu o Goiás por três a zero e ficou apenas três pontos atrás do segundo lugar. O Goiás permaneceu em décimo.

Quem se firmou no G4 foi o Grêmio. O Tricolor Gaúcho derrotou a Chapecoense na Arena Condá por um a zero e ficou mais uma rodada em quarto. A Chape segue na penúltima posição e precisa de uma reação heroica para se manter na elite do futebol brasileiro.  E a situação do time gaúcho foi favorecida por conta do tropeço do São Paulo, que perdeu em casa para o Athletico Paranaense, por um a zero. O Tricolor Paulista é o quinto colocado e está quatro pontos atrás do Grêmio. O resultado fez o Furacão subir uma posição e agora está em sexto.

No clássico cearense, melhor para o Fortaleza, que derrotou o rival Ceará por um a zero. Wellington Paulista garantiu a festa dos torcedores do Leão do Pici, que assumiu a 13ª colocação, jogando o rival para o 14º lugar.

Quem voltou a vencer depois de três partidas foi o Internacional, que bateu o Fluminense por dois a um. Os dois gols do Colorado foram marcados por William Pottker. Wellington Nem marcou para o time carioca. O Colorado está em sétimo, enquanto o Flu caiu para 16º e está muito próximo da zona do rebaixamento. 

O duelo que deixou a desejar foi entre Cruzeiro e Atlético Mineiro. Em jogo ruim, as duas equipes não saíram do zero a zero no Mineirão. Para piorar, uma grande confusão tomou conta das arquibancadas ao término do jogo. A polícia precisou intervir e usou balas de borracha para conter os mais exaltados. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um torcedor do Atlético cometendo uma injúria racial contra um segurança do Mineirão, durante a confusão. Lamentável. O Galo está na 12ª posição, o Cruzeiro é o 15º.

Uma partida fecha a série de jogos nesta segunda (11). Em duelo de desesperados, o Botafogo, em 17º, pega o lanterna Avaí, no Engenhão. O Fogão pode sair da zona da degola, caso vença. A bola rola a partir das 20h, horário de Brasília.

 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Fim de semana com muita bola rolando pelo Brasileirão. Nove partidas agitaram a 32ª rodada do campeonato, que caminha para o fim.

Quem não vê a hora para fazer a festa é a torcida do Flamengo, que viu o time líder do campeonato vencer mais uma partida em casa e aumentar a sequência invicta. A vítima da vez foi o Bahia, que até saiu na frente no primeiro tempo, com gol contra de William Arão. Mas, no segundo tempo, o cenário mudou. Reinier, Bruno Henrique e Gabigol trataram de fazer a festa dos mais de 65 mil torcedores que lotaram mais uma vez o Maracanã. Três a um para o Flamengo. O Bahia se manteve na nona posição com a derrota, enquanto o Fla reabriu dez pontos de vantagem sobre o Palmeiras, em segundo.
Isso porque no clássico paulista, Palmeiras e Corinthians empataram em um a um, com os dois gols já nos acréscimos da etapa complementar. O resultado não foi bom para ninguém, já que o Timão caiu para oitavo na tabela e o Verdão só somou um ponto.

Além de ver o Fla reabrindo dez pontos na liderança, o Verdão também viu o rival Santos encostar e ameaçar a segunda posição. Jogando fora de casa, o Peixe venceu o Goiás por três a zero e ficou apenas três pontos atrás do segundo lugar. O Goiás permaneceu em décimo.

Quem se firmou no G4 foi o Grêmio. O Tricolor Gaúcho derrotou a Chapecoense na Arena Condá por um a zero e ficou mais uma rodada em quarto. A Chape segue na penúltima posição e precisa de uma reação heroica para se manter na elite do futebol brasileiro.  E a situação do time gaúcho foi favorecida por conta do tropeço do São Paulo, que perdeu em casa para o Athletico Paranaense, por um a zero. O Tricolor Paulista é o quinto colocado e está quatro pontos atrás do Grêmio. O resultado fez o Furacão subir uma posição e agora está em sexto.

No clássico cearense, melhor para o Fortaleza, que derrotou o rival Ceará por um a zero. Wellington Paulista garantiu a festa dos torcedores do Leão do Pici, que assumiu a 13ª colocação, jogando o rival para o 14º lugar.

Quem voltou a vencer depois de três partidas foi o Internacional, que bateu o Fluminense por dois a um. Os dois gols do Colorado foram marcados por William Pottker. Wellington Nem marcou para o time carioca. O Colorado está em sétimo, enquanto o Flu caiu para 16º e está muito próximo da zona do rebaixamento. 

O duelo que deixou a desejar foi entre Cruzeiro e Atlético Mineiro. Em jogo ruim, as duas equipes não saíram do zero a zero no Mineirão. Para piorar, uma grande confusão tomou conta das arquibancadas ao término do jogo. A polícia precisou intervir e usou balas de borracha para conter os mais exaltados. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra um torcedor do Atlético cometendo uma injúria racial contra um segurança do Mineirão, durante a confusão. Lamentável. O Galo está na 12ª posição, o Cruzeiro é o 15º.

Uma partida fecha a série de jogos nesta segunda (11). Em duelo de desesperados, o Botafogo, em 17º, pega o lanterna Avaí, no Engenhão. O Fogão pode sair da zona da degola, caso vença. A bola rola a partir das 20h, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa