Menu

BRASILEIRÃO: Palmeiras tenta se distanciar na ponta da tabela e se apega a “freguesia” diante do Vasco

Líder do campeonato, Verdão não perde para o Gigante da Colina desde novembro de 2015

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

A briga pela ponta da tabela movimenta a 12ª rodada do Brasileirão. Neste fim de semana, nove jogos acontecem em todo o país.

Depois de três jogos fora de casa sem vitória, o líder Palmeiras reencontra sua torcida no Allianz Parque, onde recebe o Vasco, neste sábado (27), às cinco da tarde. O Verdão tenta embalar novamente e reconquistar a confiança, já que na última rodada perdeu a invencibilidade de mais de 30 jogos no torneio nacional. Já o Gigante da Colina quer se afastar ainda mais da zona de rebaixamento, mas, para isso, terá que quebrar um tabu: não vence o Palmeiras desde novembro de 2015.

O Internacional, sexto na tabela, mede forças diante do Ceará, no Beira-Rio. O time gaúcho deve entrar em campo com um time alternativo, pois na próxima quarta (31) tem duelo decisivo pela Libertadores. Quem não tem nada a ver com isso e quer aprontar mais uma é o Vozão, que ocupa o 13º lugar e chega cheio de moral a Porto Alegre após derrotar o último invicto da competição.

Apesar de estar na semifinal da Copa do Brasil e ter ido bem no duelo de ida das oitavas da Libertadores, o torcedor do Cruzeiro cobra atuações mais consistentes no Brasileirão. Sem vencer há cinco rodadas, o time celeste joga no Mineirão contra o Athletico Paranaense. Provavelmente, as duas equipes devem utilizar reservas por conta dos compromissos no meio de semana pela Libertadores. A Raposa está na 16ª posição, enquanto o Furacão é o sétimo colocado.

No duelo Rio-São Paulo da rodada, um clássico de tricolores no Maraca. Fluminense e São Paulo se enfrentam em situações bem diferentes. Os cariocas vêm de derrota no clássico diante do Vasco na última rodada, resultado que colocou o time na zona do rebaixamento, na 17ª posição. Já os paulistas enfim desencantaram ao golear a Chape, no Morumbi. O triunfo levou o time ao quinto lugar, o que faz a torcida sonhar com título brasileiro depois de 11 anos.

Chapecoense e Bahia abrem o domingo (28), no jogo das onze da manhã, na Arena Condá. O Verdão do Oeste está na antepenúltima posição, na zona da degola, e tenta usar o fator casa para voltar a vencer. Querendo se aproximar do pelotão de cima, Tricolor de Aço, 12º colocado, busca a primeira vitória fora de casa neste Brasileirão.

Empatado em número de pontos com o Palmeiras na liderança, o Santos recebe o lanterna Avaí, na Vila Belmiro. Os comandados de Jorge Sampaoli conquistaram quatro vitórias consecutivas nas últimas rodadas, três delas fora de casa. Do outro lado, o time catarinense, de pior campanha do campeonato, é o único que ainda não venceu uma partida sequer.

Domingo também é dia de clássico carioca. Passando por um momento conturbado na temporada, o Flamengo recebe o Botafogo, no Maracanã. Mesmo ocupando o terceiro lugar no Brasileirão, os torcedores estão na bronca com a eliminação na Copa do Brasil e pela derrota considerada vergonhosa na Libertadores. Somado aos maus resultados, o técnico português Jorge Jesus terá que fazer milagre para montar a equipe. Isso porque Diego sofreu fratura no tornozelo, passou por cirurgia e deve desfalcar a equipe por, ao menos, quatro meses. Além do camisa 10, Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho também têm problemas físicos e são desfalques certos diante do rival. Berrío, expulso na última rodada, também não joga. Do outro lado, o Fogão quer retomar o caminho das vitórias e subir na tabela. A sequência de duas derrotas e um empate nas últimas partidas fez o Alvinegro cair para o oitavo lugar.

O Fortaleza, 14º colocado, pega o Corinthians, na décima posição, no Castelão. Fechando a rodada do fim de semana, o Goiás, em nono na classificação, duela contra o Atlético Mineiro, quarto colocado.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

A briga pela ponta da tabela movimenta a 12ª rodada do Brasileirão. Neste fim de semana, nove jogos acontecem em todo o país.

Depois de três jogos fora de casa sem vitória, o líder Palmeiras reencontra sua torcida no Allianz Parque, onde recebe o Vasco, neste sábado (27), às cinco da tarde. O Verdão tenta embalar novamente e reconquistar a confiança, já que na última rodada perdeu a invencibilidade de mais de 30 jogos no torneio nacional. Já o Gigante da Colina quer se afastar ainda mais da zona de rebaixamento, mas, para isso, terá que quebrar um tabu: não vence o Palmeiras desde novembro de 2015.

O Internacional, sexto na tabela, mede forças diante do Ceará, no Beira-Rio. O time gaúcho deve entrar em campo com um time alternativo, pois na próxima quarta (31) tem duelo decisivo pela Libertadores. Quem não tem nada a ver com isso e quer aprontar mais uma é o Vozão, que ocupa o 13º lugar e chega cheio de moral a Porto Alegre após derrotar o último invicto da competição.

Apesar de estar na semifinal da Copa do Brasil e ter ido bem no duelo de ida das oitavas da Libertadores, o torcedor do Cruzeiro cobra atuações mais consistentes no Brasileirão. Sem vencer há cinco rodadas, o time celeste joga no Mineirão contra o Athletico Paranaense. Provavelmente, as duas equipes devem utilizar reservas por conta dos compromissos no meio de semana pela Libertadores. A Raposa está na 16ª posição, enquanto o Furacão é o sétimo colocado.

No duelo Rio-São Paulo da rodada, um clássico de tricolores no Maraca. Fluminense e São Paulo se enfrentam em situações bem diferentes. Os cariocas vêm de derrota no clássico diante do Vasco na última rodada, resultado que colocou o time na zona do rebaixamento, na 17ª posição. Já os paulistas enfim desencantaram ao golear a Chape, no Morumbi. O triunfo levou o time ao quinto lugar, o que faz a torcida sonhar com título brasileiro depois de 11 anos.

Chapecoense e Bahia abrem o domingo (28), no jogo das onze da manhã, na Arena Condá. O Verdão do Oeste está na antepenúltima posição, na zona da degola, e tenta usar o fator casa para voltar a vencer. Querendo se aproximar do pelotão de cima, Tricolor de Aço, 12º colocado, busca a primeira vitória fora de casa neste Brasileirão.

Empatado em número de pontos com o Palmeiras na liderança, o Santos recebe o lanterna Avaí, na Vila Belmiro. Os comandados de Jorge Sampaoli conquistaram quatro vitórias consecutivas nas últimas rodadas, três delas fora de casa. Do outro lado, o time catarinense, de pior campanha do campeonato, é o único que ainda não venceu uma partida sequer.

Domingo também é dia de clássico carioca. Passando por um momento conturbado na temporada, o Flamengo recebe o Botafogo, no Maracanã. Mesmo ocupando o terceiro lugar no Brasileirão, os torcedores estão na bronca com a eliminação na Copa do Brasil e pela derrota considerada vergonhosa na Libertadores. Somado aos maus resultados, o técnico português Jorge Jesus terá que fazer milagre para montar a equipe. Isso porque Diego sofreu fratura no tornozelo, passou por cirurgia e deve desfalcar a equipe por, ao menos, quatro meses. Além do camisa 10, Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho também têm problemas físicos e são desfalques certos diante do rival. Berrío, expulso na última rodada, também não joga. Do outro lado, o Fogão quer retomar o caminho das vitórias e subir na tabela. A sequência de duas derrotas e um empate nas últimas partidas fez o Alvinegro cair para o oitavo lugar.

O Fortaleza, 14º colocado, pega o Corinthians, na décima posição, no Castelão. Fechando a rodada do fim de semana, o Goiás, em nono na classificação, duela contra o Atlético Mineiro, quarto colocado.

Reportagem, Raphael Costa