Menu

BREXIT: Boris Johnson vence primeira votação para suceder Theresa May

O ex-secretário de Estado do Reino Unido teve o apoio de 114 deputados

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

O ex-secretário de Estado do Reino Unido, Boris Johnson, venceu a primeira fase das eleições para a liderança do Brexit, nesta quinta-feira (14). O candidato teve 114 votos de deputados, contra 43 do ministro de Relações Exteriores, Jeremy Hunt e 37 do ministro do Meio Ambiente, Michael Gove. As votações definirão o substituto de Theresa May, que renunciou o cargo em maio.

No twitter, Johnson publicou "Estou muito feliz por ter vencido na primeira votação, mas ainda temos um longo caminho pela frente". As eleições foram realizadas pelo Partido Conservador. Para continuar na corrida, os candidatos precisavam do apoio de pelo menos 17 colegas, o que representa 5% do grupo parlamentar.

Boris Johnson decidiu não participar dos debates para concorrer ao cargo. Em resposta, a ministra da Previdência, Amber Rudd, afirmou "não estamos elegendo o líder dos conservadores, mas o futuro primeiro-ministro do Reino Unido, e os candidatos devem mostrar a cara, expor seu programa e responder às perguntas", afirmou.

As próximas fases de votação serão entre 18 e 20 de junho, quando outros cinco concorrentes devem ser eliminados, até que restem apenas dois. O resultado definitivo está previsto para o final de julho.

Sara Rodrigues

Sara iniciou a carreira jornalística como estagiária da Agência do Rádio, em 2014. Foi repórter da UnBTV durante 1 ano e 6 meses e retornou para a redação da ARB como repórter. É responsável pela coluna Diversão em Pauta, e cobre Política Internacional.


Cadastre-se

LOC.: O ex-secretário de Estado do Reino Unido, Boris Johnson, venceu a primeira fase das eleições para a liderança do Brexit, nesta quinta-feira (14). O candidato teve 114 votos de deputados, contra 43 do ministro de Relações Exteriores, Jeremy Hunt e 37 do ministro do Meio Ambiente, Michael Gove. As votações definirão o substituto de Theresa May, que renunciou o cargo em maio.

No twitter, Johnson publicou "Estou muito feliz por ter vencido na primeira votação, mas ainda temos um longo caminho pela frente". As eleições foram realizadas pelo Partido Conservador. Para continuar na corrida, os candidatos precisavam do apoio de pelo menos 17 colegas, o que representa 5% do grupo parlamentar.

Boris Johnson decidiu não participar dos debates para concorrer ao cargo. Em resposta, a ministra da Previdência, Amber Rudd, afirmou "não estamos elegendo um líder dos conservadores, mas o futuro primeiro-ministro do Reino Unido, e os candidatos devem mostrar a cara, expondo seu programa e responder às perguntas", afirmou.

As próximas fases de votação serão entre 18 e 20 de junho, quando outros cinco concorrentes devem ser eliminados, até que restem apenas dois. O resultado definitivo está previsto para o final de julho.

Reportagem, Sara Rodrigues