Menu

Caixa Econômica Federal devolverá R$3 bilhões aos cofres públicos

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o plano é devolver um total de R$ 20 bilhões até o final deste ano

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

A Caixa Econômica Federal vai devolver R$3 bilhões aos Cofres Públicos. Esta é a primeira vez na história da instituição que isso acontece. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o dinheiro vai ser usado para diminuir a dívida pública brasileira.

“Este dinheiro não está voltando para o Ministério da Economia para poder jogar o dinheiro para cima, botar em novas destinações, nada disso. Este dinheiro volta para resgatar a dívida pública”, ressaltou.

Outras devoluções também estão previstas para acontecer no decorrer deste ano. De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o plano é devolver um total de R$ 20 bilhões até o final deste ano.

“O que a gente está fazendo é uma determinação do ministro Paulo Guedes e vem como consequência do entendimento da Caixa como um banco social. A discussão que eu tenho com o ministro é de nesse ano, dependendo de questões específicas, mas o nosso plano é devolver R$ 20 bilhões”, afirmou.

Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, outros bancos também deverão fazer devoluções. No total, eles devem cerca de R$ 86,5 bilhões em empréstimos concedidos pelo Tesouro no passado. Além dos R$ 40,2 bilhões da Caixa, o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) deve R$ 36,1 bilhões, o Banco do Brasil, R$ 8,1 bilhões, o Banco do Nordeste, R$ 1 bilhão e o Banco da Amazônia, R$ 1,06 bilhão.
 

Cintia Moreira

Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Cadastre-se

A Caixa Econômica Federal vai devolver R$3 bilhões aos Cofres Públicos. Esta é a primeira vez na história da instituição que isso acontece. Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o dinheiro vai ser usado para diminuir a dívida pública brasileira.

“Este dinheiro não está voltando para o Ministério da Economia para poder jogar o dinheiro para cima, botar em novas destinações, nada disso. Este dinheiro volta para resgatar a dívida pública.”

Outras devoluções também estão previstas para acontecer no decorrer deste ano. De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, o plano é devolver um total de R$ 20 bilhões até o final deste ano.

“O que a gente está fazendo é uma determinação do ministro Paulo Guedes e vem como consequência do entendimento da Caixa como um banco social. A discussão que eu tenho com o ministro é de nesse ano, dependendo de questões específicas, mas o nosso plano é devolver R$ 20 bilhões.”

Segundo o secretário especial de Fazenda, Waldery Rodrigues Júnior, outros bancos também deverão fazer devoluções. No total, eles devem cerca de R$ 86,5 bilhões em empréstimos concedidos pelo Tesouro no passado. Além dos R$ 40,2 bilhões da Caixa, o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES) deve R$ 36,1 bilhões, o Banco do Brasil, R$ 8,1 bilhões, o Banco do Nordeste, R$ 1 bilhão e o Banco da Amazônia, R$ 1,06 bilhão.

Reportagem, Cintia Moreira