Menu

Chile se une a Argentina, Uruguai e Paraguai para sediar Copa de 2030

O presidente chileno Sebastián Piñera fez o comunicado da candidatura conjunta nesta sexta (15)

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

A Copa de 2030 pode ser disputada na América do Sul. O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta sexta-feira (15) que o país se juntou à Argentina, Uruguai e Paraguai na candidatura conjunta da Copa do Mundo de 2030, edição que marcará os 100 anos da competição. Além dos sul-americanos, Bulgária, Grécia, Romênia e Sérvia podem lançar uma candidatura conjunta. Inglaterra e Marrocos também querem sediar o torneio.

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

A Copa de 2030 pode ser disputada na América do Sul. O presidente do Chile, Sebastián Piñera, anunciou nesta sexta-feira (15) que o país se juntou à Argentina, Uruguai e Paraguai na candidatura conjunta da Copa do Mundo de 2030, edição que marcará os 100 anos da competição. Além dos sul-americanos, Bulgária, Grécia, Romênia e Sérvia podem lançar uma candidatura conjunta. Inglaterra e Marrocos também querem sediar o torneio.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes