Menu

Clubes das Séries A e B decidem ampliar férias de jogadores por mais 10 dias

O retorno das atividades das equipes, antes programada para o dia 21 de abril, passa para o dia primeiro de maio

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

Em reunião realizada por videoconferência nesta terça-feira (14), a Comissão Nacional de Clubes (CNC) decidiu ampliar as férias de atletas de equipes de futebol das Séries A e B do Campeonato Brasileiro por mais dez dias devido à pandemia do novo coronavírus. 

O retorno das atividades, antes programada para o dia 21 de abril, passa para o dia primeiro de maio. O encontro contou com a participação de representantes de clubes da primeira e segunda divisão do futebol brasileiro. 

Segundo a CNC, Flamengo, Vasco e Botafogo não concordaram com a medida e optaram por não ampliar as férias dos atletas. Os clubes alegaram que aguardam “o resultado de estudos objetivando um possível retorno do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro no mês de maio, desde que isso não prejudique o calendário do futebol nacional”.

Em nota divulgada após a reunião, a Comissão Nacional de Clubes que a medida tem “o objetivo de preservar o calendário do futebol brasileiro e todas as suas competições (Estaduais, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro)”.
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

LOC.: Em reunião realizada por videoconferência nesta terça-feira (14), a Comissão Nacional de Clubes (CNC) decidiu ampliar as férias de atletas de equipes de futebol das Séries A e B do Campeonato Brasileiro por mais dez dias devido à pandemia do novo coronavírus. 

O retorno das atividades, antes programada para o dia 21 de abril, passa para o dia primeiro de maio. O encontro contou com a participação de representantes de clubes da primeira e segunda divisão do futebol brasileiro. 

Segundo a CNC, Flamengo, Vasco e Botafogo não concordaram com a medida e optaram por não ampliar as férias dos atletas. Os clubes alegaram que aguardam “o resultado de estudos objetivando um possível retorno do Campeonato Estadual do Rio de Janeiro no mês de maio, desde que isso não prejudique o calendário do futebol nacional”.

Em nota divulgada após a reunião, a Comissão Nacional de Clubes que a medida tem “o objetivo de preservar o calendário do futebol brasileiro e todas as suas competições (Estaduais, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro)”.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes