Menu

Com mais de meio século de carreira, Beth Carvalho morre aos 72 anos

Cantora deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

A cantora e compositora Beth Carvalho morreu nesta terça-feira (30), no Rio de Janeiro, aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, desde 8 de janeiro.

Beth já apresentava problemas de saúde há algum tempo e, em 2009, chegou a cancelar uma apresentação no Réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores na coluna; e em 2012, se submeteu a uma cirurgia para tentar solucionar essas dores.

Ainda em 2010, ela foi homenageada pela escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, em São Paulo, porém não pode participar do desfile já por motivos de saúde. Recentemente, a cantora chegou a fazer alguns shows deitada em uma cama porque não conseguia permanecer sentada.

Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão.

Na página oficial da artista nas redes sociais, a informação é de que Beth morreu às cinco e trinta e três da tarde, cercada do amor de seus familiares e amigos. A cantora deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro.

 

Cintia Moreira

Com 3 anos de formação, Cintia sempre optou pelo radiojornalismo. Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

A cantora e compositora Beth Carvalho morreu nesta terça-feira (30), no Rio de Janeiro, aos 72 anos. Ela estava internada no Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, desde 8 de janeiro.

Beth já apresentava problemas de saúde há algum tempo e, em 2009, chegou a cancelar uma apresentação no Réveillon, na Praia de Copacabana, por causa de fortes dores na coluna; e em 2012, se submeteu a uma cirurgia para tentar solucionar essas dores.

Ainda em 2010, ela foi homenageada pela escola de samba Acadêmicos do Tatuapé, em São Paulo, porém não pode participar do desfile já por motivos de saúde. Recentemente, a cantora chegou a fazer alguns shows deitada em uma cama porque não conseguia permanecer sentada.

Com mais de 50 anos de carreira e dezenas de discos gravados, Beth Carvalho era considerada madrinha de artistas como Zeca Pagodinho, Arlindo Cruz e Jorge Aragão.

Na página oficial da artista nas redes sociais, a informação é de que Beth morreu às cinco e trinta e três da tarde, cercada do amor de seus familiares e amigos. A cantora deixa um legado inestimável para a música popular brasileira e sempre será lembrada por sua luta pela cultura e pelo povo brasileiro.

Reportagem, Cintia Moreira