Menu

Com recorde de público em 2019, Diego Alves brilha e Fla vence bem na Liberta

Inter também vence em casa e é líder absoluto de seu grupo

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Alexandre Vidal/ Flamengo

Ah, a quarta-feira de futebol. Se você não tem nenhuma tradição para este dia tão especial, te convido a acompanhar os resultados dos principais campeonatos do mundo da bola e ter um aperitivo da emoção. 

Depois de uma estreia com vitória fora de casa, foi a vez do Flamengo fazer o primeiro jogo em casa, e a Nação, claro, não poderia faltar. E como matar essa saudade? Lotando o Maraca e batendo recorde de público em 2019. Com mais de 58 mil pagantes no maior templo do futebol, o Fla conseguiu conquistar a segunda vitória seguida na Libertadores, com dose extra de emoção. Empurrado pela massa, o Mengão foi com tudo para cima da LDU, do Equador. Aos sete minutos, em jogada bem trabalhada, Diego tocou para Éverton Ribeiro, que abriu o placar. A partir daí, um velho sentimento chegou aos corações rubro-negros. O Fla começou a perder uma série de chances para matar a partida e aí veio um lance que poderia jogar um balde de água fria na euforia dos torcedores. O camisa 10 Diego Ribas fez pênalti em Vega aos 43, mas o seu xará Diego Alves confirmou a fama de pegador de pênalti e defendeu a cobrança. 

Na segunda etapa, após o susto, o Fla seguiu dominando a partida, mas não conseguia chegar com tanto perigo no gol visitante. Aos 23, Bruno Henrique dominou dentro da área e Gabigol chutou forte, ampliando o marcador. Pouco tempo depois foi a vez de Uribe, que demorou 26 segundos após entrar em campo para deixar o dele. Nos acréscimos, Trauco fez outro pênalti, e dessa vez Borja não desperdiçou. Final, Flamengo líder do grupo D, três, LDU, um.

Quem também garantiu três pontos na segunda rodada da Liberta foi o Internacional. Em casa, o Colorado bateu o Alianza Lima, do Peru, por dois a zero. Nico López foi o nome da emoção, deixou dois, e garantiu a festa dos torcedores do Colorado, que lidera o grupo A com 100% de aproveitamento.

A bola também rolou pela terceira fase da Copa do Brasil. Na primeira partida, o Corinthians já deixou bem encaminhada a classificação. Isso porque o Timão bateu o Ceará, na Arena Castelão, por três a um. Junior Urso, Vagner Love e Jadson fizeram os gols do time paulista, enquanto Juninho descontou para os donos da casa. Essa foi a primeira derrota do Ceará após 17 partidas de invencibilidade. Com o resultado, os paulistas podem perder por até um gol de diferença na próxima partida que, ainda assim, avançam na competição.

E teve decisão na Liga dos Campeões. No duelo das camisas pesadas, a festa foi inglesa. Em Munique, o Liverpool superou o Bayern por três a um e ficou com a classificação. 

Na outra partida da rodada, show de Messi. No confronto entre Barcelona e Lyon, o time espanhol sobrou e meteu cinco a um na equipe francesa. O craque argentino deixou dois. Phillipe Coutinho, Dembélé e Piqué fecharam a conta para o Barça.

Se você vacilou e não viu nada disso, não precisa ficar triste. Hoje é quinta e tem mais futebol. 

Em casa, o Athletico Paranaense pega o Jorge Wilsternamnn, da Bolívia, em casa. O Furacão precisa da vitória para se manter vivo no grupo G, após derrota na estreia.

O Cruzeiro, que jogaria nesta noite contra o Deportivo Lara, da Venezuela, teve a partida adiada pela Libertadores. O time adversário não conseguiu chegar ao Brasil por conta dos graves problemas de falta de energia no país vizinho.

Pela Copa do Brasil, o Vasco joga a primeira partida da terceira fase contra o Avaí, no Rio de Janeiro. A bola rola a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.
 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

Ah, a quarta-feira de futebol. Se você não tem nenhuma tradição para este dia tão especial, te convido a acompanhar os resultados dos principais campeonatos do mundo da bola e ter um aperitivo da emoção. 

Depois de uma estreia com vitória fora de casa, foi a vez do Flamengo fazer o primeiro jogo em casa, e a Nação, claro, não poderia faltar. E como matar essa saudade? Lotando o Maraca e batendo recorde de público em 2019. Com mais de 58 mil pagantes no maior templo do futebol, o Fla conseguiu conquistar a segunda vitória seguida na Libertadores, com dose extra de emoção. Empurrado pela massa, o Mengão foi com tudo para cima da LDU, do Equador. Aos sete minutos, em jogada bem trabalhada, Diego tocou para Éverton Ribeiro, que abriu o placar. A partir daí, um velho sentimento chegou aos corações rubro-negros. O Fla começou a perder uma série de chances para matar a partida e aí veio um lance que poderia jogar um balde de água fria na euforia dos torcedores. O camisa 10 Diego Ribas fez pênalti em Vega aos 43, mas o seu xará Diego Alves confirmou a fama de pegador de pênalti e defendeu a cobrança. 

Na segunda etapa, após o susto, o Fla seguiu dominando a partida, mas não conseguia chegar com tanto perigo no gol visitante. Aos 23, Bruno Henrique dominou dentro da área e Gabigol chutou forte, ampliando o marcador. Pouco tempo depois foi a vez de Uribe, que demorou 26 segundos após entrar em campo para deixar o dele. Nos acréscimos, Trauco fez outro pênalti, e dessa vez Borja não desperdiçou. Final, Flamengo líder do grupo D, três, LDU, um.

Quem também garantiu três pontos na segunda rodada da Liberta foi o Internacional. Em casa, o Colorado bateu o Alianza Lima, do Peru, por dois a zero. Nico López foi o nome da emoção, deixou dois, e garantiu a festa dos torcedores do Colorado, que lidera o grupo A com 100% de aproveitamento.

A bola também rolou pela terceira fase da Copa do Brasil. Na primeira partida, o Corinthians já deixou bem encaminhada a classificação. Isso porque o Timão bateu o Ceará, na Arena Castelão, por três a um. Junior Urso, Vagner Love e Jadson fizeram os gols do time paulista, enquanto Juninho descontou para os donos da casa. Essa foi a primeira derrota do Ceará após 17 partidas de invencibilidade. Com o resultado, os paulistas podem perder por até um gol de diferença na próxima partida que, ainda assim, avançam na competição.

E teve decisão na Liga dos Campeões. No duelo das camisas pesadas, a festa foi inglesa. Em Munique, o Liverpool superou o Bayern por três a um e ficou com a classificação. 

Na outra partida da rodada, show de Messi. No confronto entre Barcelona e Lyon, o time espanhol sobrou e meteu cinco a um na equipe francesa. O craque argentino deixou dois. Phillipe Coutinho, Dembélé e Piqué fecharam a conta para o Barça.

Se você vacilou e não viu nada disso, não precisa ficar triste. Hoje é quinta e tem mais futebol. 
Em casa, o Athletico Paranaense pega o Jorge Wilsternamnn, da Bolívia, em casa. O Furacão precisa da vitória para se manter vivo no grupo G, após derrota na estreia.

O Cruzeiro, que jogaria nesta noite contra o Deportivo Lara, da Venezuela, teve a partida adiada pela Libertadores. O time adversário não conseguiu chegar ao Brasil por conta dos graves problemas de falta de energia no país vizinho.

Pela Copa do Brasil, o Vasco joga a primeira partida da terceira fase contra o Avaí, no Rio de Janeiro. A bola rola a partir das nove e meia da noite, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa