Menu

Coordenador de Frente Parlamentar, lançada nesta quarta (29), defende ações contra obesidade

Deputado Evandro Roman (PSD-PR) afirma que grupo vai focar em ações voltadas à alimentação saudável, atividades físicas e qualidade do sono

Banners
Foto: Arquivo/EBC

Foi lançada nesta quarta-feira (29), na Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista da Alimentação e Saúde. O grupo, que é formado por 234 deputados e 20 senadores, tem como objetivo incentivar hábitos saudáveis entre a população e promover políticas públicas de prevenção à doenças.

O coordenador da Frente, deputado federal Evandro Roman (PSD-PR), afirmou que os trabalhos vão seguir três linhas: alimentação, atividade física e qualidade do sono. Segundo o parlamentar, a ideia é ajudar a conter a obesidade, problema que atinge cerca de 20% da população brasileira.

“Se a obesidade é desenvolvida de forma multifatorial, é de forma multifatorial que ela tem que ser resolvida. Nós temos que entender também que a qualidade do sono é reparadora. A questão da alimentação saudável e a prática da atividade física fazem parte, realmente, desse equilíbrio que dá a boa qualidade de vida. Nós temos que promover a saúde, para desenvolver uma sociedade futura mais saudável”, ressaltou.

Rotulagem

Outro ponto debatido no encontro desta quarta foi a possibilidade de se criar embalagens com fácil identificação da composição dos produtos. Segundo o deputado Evandro Roman, isso é importante para que qualquer pessoa entenda o que de fato está consumindo. “Tem que ser algo simples, que não venha a condenar o alimento. A busca é pelo equilíbrio”, ponderou.

A ideia é compartilhada pela gerente-geral de alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Thalita Lima. Ela explica que os alimentos industrializados têm “uma tabela de informação nutricional com muitos dados”, o que gera a necessidade de simplificação do conteúdo.

“A gente sabe que a população tem dificuldade de entender essa tabela. Então, discutimos como tornar mais claras para o consumidor as informações sobre o que tem dentro do produto”, comentou.

Hortaliças

Um dos presentes no lançamento da Frente Parlamentar Mista da Alimentação e Saúde foi o chefe-geral da Embrapa Hortaliças, Warley Marcos Nascimento. Ele conta que uma das preocupações da entidade é o baixo consumo de hortaliças pela população brasileira. “Nós consumimos um terço do que é recomendado pela

Organização Mundial da Saúde. Então, nós deveríamos pelo menos duplicar ou triplicar essa quantidade", alertou.
Ainda de acordo com Nascimento, a Embrapa já desenvolve programas para incentivar, tanto a produção como o consumo de alimentos mais saudáveis.

“Nós estamos antenados a esse novo consumidor mais exigente, que busca alimentos mais saudáveis, alimentos mais limpos, com menos resíduos de agrotóxicos, de pesticidas. Então, é um conjunto de todas as ações e práticas que a Embrapa tem feito para melhorar tanto a produção no campo como a alimentação nas cidades”, completou Warley.
 

Marquezan Araújo

Marquezan é formado pelo Centro Universitário de Brasília (UniCEUB), atuou como âncora de jornal radiofônico e locutor de programa musical. Passou por estágios na Agência Brasil e na Rádio Nacional, da EBC. Repórter da Agência do Rádio desde 2016, acompanha as movimentações do Legislativo no Congresso Nacional.


Cadastre-se

LOC.: Além da alimentação saudável, a Frente Parlamentar Mista da Alimentação e Saúde, lançada nesta quarta-feira (29), tem como objetivo estimular a prática de atividades físicas e a qualidade do sono.

De acordo com o coordenador da Frente, deputado federal Evandro Roman (PSD-PR), os trabalhos vão seguir três linhas para ajudar a conter a obesidade, um problema que atinge cerca de 20% da população brasileira.
 

TEC./SONORA: Evandro Roman, deputado federal (PSD-PR)

“Se a obesidade é desenvolvida de forma multifatorial, é de forma multifatorial que ela tem que ser resolvida. Nós temos que entender que qualidade do sono é reparadora. A questão da alimentação saudável e também a prática da atividade física fazem parte, realmente, desse equilíbrio que dá a boa qualidade de vida.”
 

LOC.: Outro ponto debatido no lançamento da Frente foi a possibilidade de se criar embalagens com fácil identificação da composição dos produtos. Segundo o deputado Evandro Roman, isso é importante para que qualquer pessoa entenda o que de fato está consumindo.

A ideia é compartilhada pela gerente-geral de alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Thalita Lima. Ela explica que os alimentos industrializados têm “uma tabela de informação nutricional com muitos dados”, o que gera a necessidade de simplificação do conteúdo.
 

TEC./SONORA: Thalita Lima, gerente-geral de alimentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa)

“A gente sabe que a população tem dificuldade de entender essa tabela. Então o processo está discutindo como tornar mais claro para o consumidor, as informações sobre o que tem dentro do produto.”
 

LOC.: A Frente Parlamentar Mista da Alimentação e Saúde é formada por 234 deputados e 20 senadores e tem como objetivo incentivar hábitos saudáveis de vida e políticas públicas de prevenção a doenças.

Reportagem, Marquezan Araújo