Menu

COPA DO BRASIL: Furacão vence no Beira-Rio e fica com o título

Pela Sul-Americana, o Corinthians perde por dois a zero e terá missão difícil no jogo de volta das semifinais contra o Independiente Del Valle

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Lucas Figueiredo/CBF

A Copa do Brasil 2019 já tem o campeão definido. Na noite desta quarta (18), o do Athletico Paranaense foi até o Beira-Rio e venceu o segundo duelo contra o Internacional, fazendo a festa em plena casa do adversário.

O Inter contava com o apoio da torcida, que marcou presença em peso, e foi para cima já que precisava reverter o prejuízo da primeira partida. A equipe comandada por Odair Hellman tinha mais a bola, mas não conseguia chegar muito ao gol adversário levando perigo. 

Enquanto isso, o Furacão esperava pelos contra-ataques. Aos 23, ele apareceu. Rony fez ótima jogada pela esquerda, tocou para Marco Rúben, que entrou na área e rolou para o meio, Léo Citadini acompanhou a jogada e abriu o placar, aumentando a vantagem do time paranaense. Depois do gol o Inter começou a pressionar mais, e aos 30, de maneira chorada, Nico López aproveitou a confusão na área, após escanteio, e deixou tudo igual.

Precisando de mais dois gols para conseguir a taça sem precisar dos pênaltis, o Inter seguia tentando, mas não superava a boa marcação do Athletico. Os dois técnicos apostaram em substituições, e o cenário se manteve. 

Nos acréscimos, a cereja do bolo. Marcelo Cirino fez jogada individual, se livrou de dois marcadores com direito a caneta de letra, tocou para Rony que decretou a vitória e o título. Parabéns Athlético Paranaense, campeão pela primeira vez da Copa do Brasil. Com o título, a equipe faturou R$ 52 milhões e uma vaga na Libertadores do ano que vem, ótimo negócio.

Agora vamos falar de Sul-Americana. No primeiro jogo da semifinal, prejuízo para o Corinthians. O Timão recebeu em casa o Independiente Del Valle, do Equador, e perdeu por dois a zero. Agora, a equipe paulista precisa vencer por três gols de diferença no jogo de volta para ficar com a vaga. Missão complicada.

Já na noite desta quinta-feira (19), tem a outra semifinal do torneio continental com brasileiro em campo. O Atlético Mineiro vai até a Argentina jogar contra o Cólon, no primeiro compromisso entre as duas equipes nessa fase da competição. A bola rola a partir das 21h30, horário de Brasília.

 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

A Copa do Brasil 2019 já tem o campeão definido. Na noite desta quarta (18), o do Athletico Paranaense foi até o Beira-Rio e venceu o segundo duelo contra o Internacional, fazendo a festa em plena casa do adversário.

O Inter contava com o apoio da torcida, que marcou presença em peso, e foi para cima já que precisava reverter o prejuízo da primeira partida. A equipe comandada por Odair Hellman tinha mais a bola, mas não conseguia chegar muito ao gol adversário levando perigo. 

Enquanto isso, o Furacão esperava pelos contra-ataques. Aos 23, ele apareceu. Rony fez ótima jogada pela esquerda, tocou para Marco Rúben, que entrou na área e rolou para o meio, Léo Citadini acompanhou a jogada e abriu o placar, aumentando a vantagem do time paranaense. Depois do gol o Inter começou a pressionar mais, e aos 30, de maneira chorada, Nico López aproveitou a confusão na área, após escanteio, e deixou tudo igual.

Precisando de mais dois gols para conseguir a taça sem precisar dos pênaltis, o Inter seguia tentando, mas não superava a boa marcação do Athletico. Os dois técnicos apostaram em substituições, e o cenário se manteve. 

Nos acréscimos, a cereja do bolo. Marcelo Cirino fez jogada individual, se livrou de dois marcadores com direito a caneta de letra, tocou para Rony que decretou a vitória e o título. Parabéns Athlético Paranaense, campeão pela primeira vez da Copa do Brasil. Com o título, a equipe faturou R$ 52 milhões e uma vaga na Libertadores do ano que vem, ótimo negócio.

Agora vamos falar de Sul-Americana. No primeiro jogo da semifinal, prejuízo para o Corinthians. O Timão recebeu em casa o Independiente Del Valle, do Equador, e perdeu por dois a zero. Agora, a equipe paulista precisa vencer por três gols de diferença no jogo de volta para ficar com a vaga. Missão complicada.

Já na noite desta quinta-feira (19), tem a outra semifinal do torneio continental com brasileiro em campo. O Atlético Mineiro vai até a Argentina jogar contra o Cólon, no primeiro compromisso entre as duas equipes nessa fase da competição. A bola rola a partir das 21h30, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa