Menu

Desemprego cai para 12% no segundo trimestre

O índice recuou 0,7% em relação aos três primeiros meses deste ano

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

O desemprego caiu no país. No segundo trimestre de 2019, a taxa de desocupação recuou 0,7% em relação aos três primeiros meses do ano e ficou em 12%. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (PNAD Contínua) e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (15). 

Dez estados tiveram queda no desemprego. As maiores taxas de desocupação foram registradas na Bahia, Amapá e Pernambuco. Já os menores índices foram verificados em Santa Catarina, Rondônia e Rio Grande do Sul. 

No primeiro trimestre deste ano, a taxa de desemprego estava em 12,7% e 14 estados registraram crescimento do índice em relação aos últimos três meses de 2018. 

Entre os desempregados, 26,2% estão em busca de emprego há mais de dois anos. O número corresponde a mais de 3,3 milhões de pessoas. Segundo o IBGE, 4,9 milhões de pessoas desistiram de procurar emprego no segundo trimestre deste ano.
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

O desemprego caiu no país. No segundo trimestre de 2019, a taxa de desocupação recuou 0,7% em relação aos três primeiros meses do ano e ficou em 12%. Os dados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua Trimestral (PNAD Contínua) e foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (15). 

Dez estados tiveram queda no desemprego. As maiores taxas de desocupação foram registradas na Bahia, Amapá e Pernambuco. Já os menores índices foram verificados em Santa Catarina, Rondônia e Rio Grande do Sul. 

No primeiro trimestre deste ano, a taxa de desemprego estava em 12,7% e 14 estados registraram crescimento do índice em relação aos últimos três meses de 2018. 

Entre os desempregados, 26,2% estão em busca de emprego há mais de dois anos. O número corresponde a mais de 3,3 milhões de pessoas. Segundo o IBGE, 4,9 milhões de pessoas desistiram de procurar emprego no segundo trimestre deste ano.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes