Menu

Dia da Radiodifusão é lembrado em solenidade na Câmara dos Deputados

Para o deputado Delegado Pablo (PSL-AM), o rádio é para a população do Norte do país o principal meio de se obter informações

Banners
Foto: Câmara dos Deputados

O dia da Radiodifusão, comemorado nesta quarta-feira (25), foi lembrando pelos parlamentares na Câmara dos Deputados. Realizada durante sessão solene no Plenário da Casa, a comemoração foi requerida e presidida pelo deputado Delegado Pablo (PSL-AM).

Na ocasião, o parlamentar ressaltou que a radiodifusão é importante para região Norte, levando em conta que existem 131 emissoras de rádio FM com permissão para operar na Amazônia Legal. A área, segundo o deputado, tem o rádio como o principal meio de obter informação e como ferramenta de desenvolvimento e comunicação do país.

“É uma data muito importante. Eu acredito que, independentemente de outras plataformas de comunicação, o rádio é a forma mais segura de você transferir informação e é o meio mais atual ainda, por mais que seja o mais antigo, de você trazer entretenimento, seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar”, defendeu o deputado.

O presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão, Márcio Novaes, também participou da solenidade na Câmara dos Deputados. Para ele, a data também é oportuna para ressaltar a importância do rádio no combate às notícias falsas.

“Nesses tempos de rede social, de mídia digital, onde se propaga livre e impunimente as notícias falsas, é no rádio e na televisão que o cidadão brasileiro encontra a verdade. É lá que ele pode checar se aquela informação que ele recebeu é de fato verdadeira”, afirmou.

A data para comemorar o Dia da Radiodifusão foi escolhido por conta do aniversário de Roquete Pinto, considerado o “pai” do rádio brasileiro, que em 1923 inaugurou oficialmente a primeira emissora do Brasil: a Sociedade do Rio de Janeiro.

Juliana Gonçalves

A carreira jornalística de Juliana deu início com assessoria de imprensa. Após um tempo, entrou como estagiária na redação da Agência do Rádio. Trabalhou, também, na TV Band com foco em política por um tempo e voltou para nossa redação como repórter em 2018.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

LOC.: O dia da Radiodifusão, comemorado nesta quarta-feira (25), foi lembrando pelos parlamentares na Câmara dos Deputados. Realizada durante sessão solene no Plenário da Casa, a comemoração foi requerida e presidida pelo deputado Delegado Pablo (PSL-AM).

Na ocasião, o parlamentar ressaltou que a radiodifusão é importante para região Norte, levando em conta que existem 131 emissoras de rádio FM com permissão para operar na Amazônia Legal. A área, segundo o deputado, tem o rádio como o principal meio de obter informação e como ferramenta de desenvolvimento e comunicação do país.
 

TEC./SONORA: Delegado Pablo (PSL-AM)

“É uma data muito importante. Eu acredito que, independentemente de outras plataformas de comunicação, o rádio é a forma mais segura de você transferir informação e é o meio mais atual ainda, por mais que seja o mais antigo. É uma forma trazer entretenimento, seja em casa, no trabalho ou em qualquer outro lugar”
 

LOC.: O presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão, Márcio Novaes, também participou da solenidade na Câmara dos Deputados. Para ele, a data também é oportuna para ressaltar a importância do rádio no combate às notícias falsas.

TEC./SONORA: Márcio Novaes, presidente da Associação Brasileira de Rádio e Televisão

“Nesses tempos de rede social, de mídia digital, onde se propaga livre e impunimente as notícias falsas, é no rádio e na televisão que o cidadão brasileiro encontra a verdade. É lá que ele pode checar se aquela informação que ele recebeu é de fato verdadeira.”
 

LOC.: A data para comemorar o Dia da Radiodifusão foi escolhido por conta do aniversário de Roquete Pinto, considerado o “pai” do rádio brasileiro, que em 1923 inaugurou oficialmente a primeira emissora do Brasil: a Sociedade do Rio de Janeiro.

Reportagem, Juliana Gonçalves