Menu

DIREITOS HUMANOS: Pesquisa mostra risco para o desenvolvimento de crianças em países pobres

Intervenções para o desenvolvimento poderiam custar apenas 50 centavos de dólar por criança ao ano

Banners

REPÓRTER: Uma estimativa feita pela revista científica The Lancet, aponta que 249 milhões de crianças correm um alto risco terem o desenvolvimento comprometido por causa da situação de extrema pobreza e baixa estatura para a idade. Esse número corresponde a 43 por cento das crianças com menos de cinco anos de idade que vivem em países de baixa e média renda. A série de artigos chamada “Avanços no Desenvolvimento Infantil: da Ciência a Programas em Largas Escala” foi lançada nesta quarta-feira (9) no Brasil, no escritório da Organização Pan-Americana da Saúde. 

Os estudos mostram novas evidências científicas que baseiam intervenções e propostas para implementar políticas em larga escala para o desenvolvimento social e de crianças na primeira infância.
A publicação destaca, ainda, que as intervenções para o desenvolvimento poderiam custar apenas 50 centavos de dólar por criança ao ano, caso fossem combinadas aos serviços já existentes, como o de saúde. Isso promoveria uma atenção, também, a outras necessidades como nutrição, cuidados, segurança e aprendizagem precoce.

Reportagem, Bruna Goularte
 

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se