Menu

DIVERSÃO EM PAUTA: Entre diferentes culturas e histórias paralelas, “Depois do Casamento” chega aos cinemas, nesta semana

Julianne Moore (Gloria Bell) e Michelle Williams (O Rei do Show) contracenam em cenas dramáticas e carregadas de sentimento no remake

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Divulgação

No filme “Depois do Casamento”, a gerente de um orfanato na cidade indiana de Calcutá, Isabel, interpretada por Michelle Williams (O Rei do Show), tenta manter o estabelecimento funcionando para ajudar quantas crianças puder. Para isso, ela precisa ir até Nova York para conhecer a dona de uma empresa multimilionária, que tem interesse em investir no trabalho de Isabel.

Porém, quando ela encontra a investidora Theresa, interpretada por Julianne Moore (Gloria Bell), Isabel descobre que a vida delas está muito mais interligada do que ela imagina. A situação gera muitos conflitos, até mesmo no próprio negócio que estão prestes a fechar.

Entre imagens no curioso país indiano e as tecnologias luxuosas de Nova York, a estória percorre culturas completamente diferentes, enquanto traça um paralelo entre pessoas que tem fortes laços escondidos. O contraste de cenas traz um equilíbrio sobre o que significa a palavra “global”, e o que são realidades diferentes.

Existem críticas sutis ao estilo de vida extravagante notado em certa parte do mundo, enquanto em outros lugares a vida é tão pacata. Isso é algo que chama a atenção, provoca o público e gera questionamentos

Por outro lado, o que prende mais a atenção, apesar de o filme ser um pouco arrastado em alguns momentos, é a história por trás da vida de Isabel, que por sinal é uma personagem chata e que não cativa o público. Talvez por isso, Michelle Williams tenha se dado tão bem no papel, uma vez que conseguiu transparecer bem esse comportamento.

Julianne Moore, por sua vez, foi fantástica. Ela consegue passear entre cenas de alegria ou desespero, calmaria e tempestade. Com a experiência que tem, ela consegue transitar entre a produção do filme, atuação e conduzir todo o elenco. É nítido o destaque da atriz e o fato de ela atrair papéis que combinam direitinho com ela.

A trilha sonora do drama acaba sendo um pouco amadora, algo simples, mas que também não faz diferença para a trama acontecer. “Depois do Casamento” estreia, nesta quinta-feira (19), nos cinemas brasileiros.

Sara Rodrigues

Sara iniciou a carreira jornalística como estagiária da Agência do Rádio, em 2014. Foi repórter da UnBTV durante 1 ano e 6 meses e retornou para a redação da ARB como repórter. É responsável pela coluna Diversão em Pauta, e cobre Política Internacional.


Cadastre-se

LOC.: No filme “Depois do Casamento”, a gerente de um orfanato na cidade indiana de Calcutá, Isabel, interpretada por Michelle Williams (O Rei do Show), tenta manter o estabelecimento funcionando para ajudar quantas crianças puder. Para isso, ela precisa ir até Nova York para conhecer a dona de uma empresa multimilionária, que tem interesse em investir no trabalho de Isabel.

Porém, quando ela encontra a investidora Theresa, interpretada por Julianne Moore (Gloria Bell), Isabel descobre que a vida delas está muito mais interligada do que ela imagina. A situação gera muitos conflitos, até mesmo no próprio negócio que estão prestes a fechar.

Entre imagens no curioso país indiano e as tecnologias luxuosas de Nova York, a estória percorre culturas completamente diferentes, enquanto traça um paralelo entre pessoas que tem fortes laços escondidos. O contraste de cenas traz um equilíbrio sobre o que significa a palavra “global”, e o que são realidades diferentes.

Existem críticas sutis ao estilo de vida extravagante notado em certa parte do mundo, enquanto em outros lugares a vida é tão pacata. Isso é algo que chama a atenção, provoca o público e gera questionamentos

Por outro lado, o que prende mais a atenção, apesar de o filme ser um pouco arrastado em alguns momentos, é a história por trás da vida de Isabel, que por sinal é uma personagem chata e que não cativa o público. Talvez por isso, Michelle Williams tenha se dado tão bem no papel, uma vez que conseguiu transparecer bem esse comportamento.

Julianne Moore, por sua vez, foi fantástica. Ela consegue passear entre cenas de alegria ou desespero, calmaria e tempestade. Com a experiência que tem, ela consegue transitar entre a produção do filme, atuação e conduzir todo o elenco. É nítido o destaque da atriz e o fato de ela atrair papéis que combinam direitinho com ela.

A trilha sonora do drama acaba sendo um pouco amadora, algo simples, mas que também não faz diferença para a trama acontecer. “Depois do Casamento” estreia, nesta quinta-feira (19), nos cinemas brasileiros.

Reportagem, Sara Rodrigues