Menu

DIVERSÃO EM PAUTA: Novo “MIB: Homens de Preto” é bom, mas não se compara ao primeiro da franquia

Tessa Thompson e Chris Hemsworth repetem a química estabelecida em Thor: Ragnarok

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

Nesta quinta-feira (13), a temática alienígena retorna aos cinemas com “MIB: Homens de Preto Internacional”. O novo filme da franquia traz como protagonistas Tessa Thompson e Chris Hemsworth. Ambos já apresentaram ótima química em Thor: Ragnarok. 

A dupla se conecta com a missão de combater um espião na sede do MIB em Londres. A química entre os atores é extremamente perceptível, não em termos românticos, mas no âmbito da atuação. As cenas conversam muito bem e não há o que questionar em relação aos atores. 

O que incomoda é que, para quem conhece a trajetória dos Homens de Preto, à época existia muita novidade. Alienígenas, tecnologia de ponta e aventura eram novidade para o cinema, até então tinham produções pouco elaboradas. Por isso, trazer esses elementos no novo filme é apenas “mais do mesmo” apresentado hoje em dia. 

Mas apesar da falta de novidade, o roteiro traz um humor diferente e personagens novos espetaculares, como é o caso de um alien pequenino chamado Pawny, que percorre grandes aventuras com os agentes. Ele é muito engraçado e pode fazer sucesso entre o público infantil. 

Os efeitos especiais de armas e explosões deixam a desejar, acabam apresentando um pouco de desleixo e não são tão interessantes. Já o gráfico dos alienígenas é perfeito e a interação deles com os humanos na tela fica tão boa quanto entre pessoas reais. O filme estreia nesta quinta (13) nos cinemas brasileiros. 

Outra novidade é a estreia de “Obsessão”, estrelado por Chlöe Grace Moretz (Se Eu Ficar) e Isabelle Huppert. As duas se conhecem em uma ação de boa vontade da jovem Francis, que acaba percebendo uma relação estranha por parte da viúva Greta. O filme é um suspense.

Sob a direção de Olivia Wilde, tem também o lançamento de “Fora de Série”. Duas amigas conhecidas por serem as “nerds” da escola, estão quase terminando o colegial. Elas conversam sobre os arrependimentos de terem estudado muito e terem aproveitado pouco. Então, elas decidem correr atrás de quatro anos perdidos em uma noite. 

Sara Rodrigues

Sara iniciou a carreira jornalística como estagiária da Agência do Rádio, em 2014. Foi repórter da UnBTV durante 1 ano e 6 meses e retornou para a redação da ARB como repórter. É responsável pela coluna Diversão em Pauta, e cobre Política Internacional.


Cadastre-se

Nesta quinta-feira (13), a temática alienígena retorna aos cinemas com “MIB: Homens de Preto Internacional”. O novo filme da franquia traz como protagonistas Tessa Thompson e Chris Hemsworth. Ambos já apresentaram ótima química em Thor: Ragnarok. 

A dupla se conecta com a missão de combater um espião na sede do MIB em Londres. A química entre os atores é extremamente perceptível, não em termos românticos, mas no âmbito da atuação. As cenas conversam muito bem e não há o que questionar em relação aos atores. 

O que incomoda é que, para quem conhece a trajetória dos Homens de Preto, à época existia muita novidade. Alienígenas, tecnologia de ponta e aventura eram novidade para o cinema, até então tinham produções pouco elaboradas. Por isso, trazer esses elementos no novo filme é apenas “mais do mesmo” apresentado hoje em dia. 

Mas apesar da falta de novidade, o roteiro traz um humor diferente e personagens novos espetaculares, como é o caso de um alien pequenino chamado Pawny, que percorre grandes aventuras com os agentes. Ele é muito engraçado e pode fazer sucesso entre o público infantil. 

Os efeitos especiais de armas e explosões deixam a desejar, acabam apresentando um pouco de desleixo e não são tão interessantes. Já o gráfico dos alienígenas é perfeito e a interação deles com os humanos na tela fica tão boa quanto entre pessoas reais. O filme estreia nesta quinta (13) nos cinemas brasileiros. 

Outra novidade é a estreia de “Obsessão”, estrelado por Chlöe Grace Moretz (Se Eu Ficar) e Isabelle Huppert. As duas se conhecem em uma ação de boa vontade da jovem Francis, que acaba percebendo uma relação estranha por parte da viúva Greta. O filme é um suspense.

Sob a direção de Olivia Wilde, tem também o lançamento de “Fora de Série”. Duas amigas conhecidas por serem as “nerds” da escola, estão quase terminando o colegial. Elas conversam sobre os arrependimentos de terem estudado muito e terem aproveitado pouco. Então, elas decidem correr atrás de quatro anos perdidos em uma noite. 

Reportagem, Sara Rodrigues