Menu

Dona Ivone Lara morre aos 97 anos no Rio de Janeiro

Sambista morreu após três dias internada

Banners

Morreu na noite desta segunda-feira (16), no Rio de Janeiro, a cantora Dona Ivone Lara. A sambista, de 97 anos, estava internada no Centro de Terapia Intensiva da Coordenação de Emergência Regional, no Leblon, zona Sul da capital carioca. A cantora apresentava um quadro de anemia e seu estado de saúde era considerado bastante grave.

Dona Ivone Lara é considerada por muitos a maior compositora do samba e da música brasileira. Ela era conhecida como a “Grande Dama do Samba”. Seu maior sucesso é a música “Sonho Meu”, famosa nas vozes de Maria Bethânia e Gal Costa.

A sambista nasceu em 13 de abril de 1921, em Botafogo, no Rio de Janeiro. Perdeu os pais cedo, de quem recebeu as primeiras influências musicais. Foi criada pelos tios, período em que aprendeu a tocar cavaquinho e desenvolveu seu amor pelo samba. Dona Ivone Lara foi a primeira mulher a fazer um samba-enredo numa escola, o Cinco Bailes da História do Rio, em 1965.

O corpo da cantora será velado nesta terça-feira (17) na quadra da escola de samba Império Serrano.

Reportagem, Paulo Henrique Gomes

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se