Menu

Eduardo Bolsonaro vai presidir Comissão de Relações Exteriores na Câmara

Outro apoiador do governo, Luiz Phillipe de Orleans e Bragança, também do PSL, será o vice

  • Repórter Raphael Costa
  • Data de publicação: 14 de Março de 2019, 17:19h
Banners
Créditos: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi eleito por 28 votos como presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara. Luiz Phillipe de Orleans e Bragança (PSL-SP) foi escolhido como vice-presidente.

Eduardo tem assumido, desde a eleição do pai, Jair Bolsonaro, um papel importante nas agendas internacionais do país. Durante o discurso de posse, Eduardo Bolsonaro disse que seu trabalho será focado na reaproximação de governos estratégicos, citando os Estados Unidos. Eleito o deputado com mais na história, ele ressaltou também que trabalhará de maneira democrática, mesmo quando houver opiniões contrárias a dele.

Além de Eduardo Bolsonaro, o PSL também garantiu a presidência de outra comissão. Deputado eleito pelo Paraná, Felipe Francischini foi escolhido com 47 votos para presidir a Comissão de Constituição de Justiça, a CCJ. A deputada Bia Kicis, do PSL do Distrito Federal, ficará com a vice-presidência. Ficará a cargo dessa comissão analisar, primeiramente, a Reforma da Previdência, uma das principais propostas do governo federal.
 


Comente...

Cadastre-se

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi eleito por 28 votos como presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara. Luiz Phillipe de Orleans e Bragança (PSL-SP) foi escolhido como vice-presidente.

Eduardo tem assumido, desde a eleição do pai, Jair Bolsonaro, um papel importante nas agendas internacionais do país. Durante o discurso de posse, Eduardo Bolsonaro disse que seu trabalho será focado na reaproximação de governos estratégicos, citando os Estados Unidos. Eleito o deputado com mais na história, ele ressaltou também que trabalhará de maneira democrática, mesmo quando houver opiniões contrárias a dele.

Além de Eduardo Bolsonaro, o PSL também garantiu a presidência de outra comissão. Deputado eleito pelo Paraná, Felipe Francischini foi escolhido com 47 votos para presidir a Comissão de Constituição de Justiça, a CCJ. A deputada Bia Kicis, do PSL do Distrito Federal, ficará com a vice-presidência. Ficará a cargo dessa comissão analisar, primeiramente, a Reforma da Previdência, uma das principais propostas do governo federal.

Reportagem, Raphael Costa