Menu

Em entrevista, Pabllo Vittar diz não estar preparada para carreira internacional

A entrevista foi concedida à revista norte-americana Paper

Banners

Mesmo sendo o país que mata uma pessoa LGBT a cada 19 horas, Pabllo Vitar diz que o Brasil é onde ela se sente melhor. Em entrevista à revista norte-americana Paper, na qual a cantora foi capa, Pabllo informou que não está preparada para a carreira internacional.

A matéria descreveu Pabllo Vittar como um ícone, cuja própria existência é revolucionária em um país com altas taxas de homicídios de mulheres trans. E explicou como a cantora se tornou uma das figuras mais emblemáticas do mundo.

Pabllo Vittar deixou claro que tem interesse em sair em turnê internacional, mas só no próximo ano. Por enquanto, ela afirma que prefere assistir aos shows de artistas que gosta, no exterior. Na entrevista, ela afirmou que se pudesse ter escolhido um lugar para nascer, ainda seria o Brasil, porque, segundo ela, “as pessoas LGBTQ+ são muito fortes”.

Reportagem, Juliana Gonçalves

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se