Menu

Embraer registra lucro trimestral pela primeira vez desde 2017

Apesar do saldo positivo, a companhia registrou um prejuízo de R$ 134,7 milhões no primeiro semestre de 2019

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Agência Brasil

A Embraer teve lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 26,1 milhões no segundo trimestre deste ano. Esse é o primeiro lucro trimestral desde o último trimestre de 2017. No mesmo período do ano passado, a empresa registrou um prejuízo de R$ 485 milhões. 

Mesmo com o saldo positivo entre abril e junho, a fabricante de aviões ficou com um prejuízo de R$ 134,7 milhões no primeiro semestre, já que a companhia registrou prejuízo de R$ 160,8 milhões nos primeiros três meses de 2019.

O balanço mostra que, no segundo trimestre de 2019, a Embraer entregou 26 aeronaves comerciais e 25 executivas, sendo 19 jatos leves e seis grandes. Em 2018, foram 28 jatos comerciais e 20 executivos, sendo 15 aeronaves leves e cinco grandes. Devido a isso, a receita líquida da companhia teve crescimento de 19% na comparação anual e alcançou R$ 5,4 bilhões.

Em fevereiro, os acionistas aprovaram a venda da divisão comercial da Embraer para a Boeing. Pelo acordo, a empresa norte-americana pagará 4,2 bilhões de dólares por 80% da nova companhia. A Embraer ficará com os 20% restantes. 
 

Paulo Henrique

Formado em Jornalismo e com Pós-Graduação em Gestão da Comunicação nas Organizações, possui experiência em redações e assessorias, atuou como estagiário na Secretaria de Saúde do Distrito Federal, no Portal R7 e na ASCOM da Câmara dos Deputados. Depois de formado, foi Assessor de Comunicação do Instituto de Migrações e Direitos Humanos e atualmente é repórter na Agência do Rádio.


Cadastre-se

A Embraer teve lucro líquido atribuído aos acionistas de R$ 26,1 milhões no segundo trimestre deste ano. Esse é o primeiro lucro trimestral desde o último trimestre de 2017. No mesmo período do ano passado, a empresa registrou um prejuízo de R$ 485 milhões. 

Mesmo com o saldo positivo entre abril e junho, a fabricante de aviões ficou com um prejuízo de R$ 134,7 milhões no primeiro semestre, já que a companhia registrou prejuízo de R$ 160,8 milhões nos primeiros três meses de 2019.

O balanço mostra que, no segundo trimestre de 2019, a Embraer entregou 26 aeronaves comerciais e 25 executivas, sendo 19 jatos leves e seis grandes. Em 2018, foram 28 jatos comerciais e 20 executivos, sendo 15 aeronaves leves e cinco grandes. Devido a isso, a receita líquida da companhia teve crescimento de 19% na comparação anual e alcançou R$ 5,4 bilhões.

Em fevereiro, os acionistas aprovaram a venda da divisão comercial da Embraer para a Boeing. Pelo acordo, a empresa norte-americana pagará 4,2 bilhões de dólares por 80% da nova companhia. A Embraer ficará com os 20% restantes. 

Reportagem, Paulo Henrique Gomes