Menu

ESPECIAL SAÚDE DA MULHER: Pessoas com quadros clínicos especiais podem ser vacinadas em centros especializados

Você sabia que existem centros formados de estrutura, equipamentos e organização específica para o atendimento de pessoas que têm quadros clínicos especiais?

Banners

Você sabia que existem centros formados de estrutura, equipamentos e organização específica para o atendimento de pessoas que têm quadros clínicos especiais? Eles são os Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs), que disponibilizam vacinas para pessoas com condições especiais em saúde, como as que vivem com HIV, pacientes oncológicos e transplantados? Essas Unidades são lugares que oferecem serviços que ajudam as mulheres a manter uma vida saudável, como afirma a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Ana Goretti.  

“Por exemplo, mulheres que têm doenças graves mulheres que tem - aí estou falando de todas as faixas etárias; vacina indicada e não podem tomar a vacina aqui é distribuída pelas unidades de saúde, algumas vacinas, elas procuram uma unidade do CIRE. Inclusive tem vacinas específicas como por exemplo a pneumo 23, que tenha indicações precisas, ela vai poder achar nesse centros de referência”.

Segundo a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Ana Goretti, esse tipo de serviço não é exclusividade para mulheres. 

“Inclusive, também, as nossas crianças que também não podem fazer o uso de algumas vacinas que estão dentro do calendário infantil. Devem buscar esses centros referências como, por exemplo, bebês muito pequenininhos, bebês prematuros, bebês com problemas relacionados à questão também de deficiência de imunidade, eles são orientados a fazer essa vacinação nos CRIEs”.

As unidades de saúde estaduais podem orientar as mulheres a respeito do endereço de cada um dos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais, localizados em cada estado. Para saber mais acesse: saude.gov.br/vacinacao
 

Janary Bastos Damacena



Cadastre-se

Você sabia que existem centros formados de estrutura, equipamentos e organização específica para o atendimento de pessoas que têm quadros clínicos especiais? Eles são os Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais (CRIEs), que disponibilizam vacinas para pessoas com condições especiais em saúde, como as que vivem com HIV, pacientes oncológicos e transplantados? Essas Unidades são lugares que oferecem serviços que ajudam as mulheres a manter uma vida saudável, como afirma a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Ana Goretti.  

 

“Por exemplo, mulheres que têm doenças graves mulheres que tem - aí estou falando de todas as faixas etárias; vacina indicada e não podem tomar a vacina aqui é distribuída pelas unidades de saúde, algumas vacinas, elas procuram uma unidade do CIRE. Inclusive tem vacinas específicas como por exemplo a pneumo 23, que tenha indicações precisas, ela vai poder achar nesse centros de referência”.

Segundo a coordenadora substituta do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, Ana Goretti, esse tipo de serviço não é exclusividade para mulheres. 

 

“Inclusive, também, as nossas crianças que também não podem fazer o uso de algumas vacinas que estão dentro do calendário infantil. Devem buscar esses centros referências como, por exemplo, bebês muito pequenininhos, bebês prematuros, bebês com problemas relacionados à questão também de deficiência de imunidade, eles são orientados a fazer essa vacinação nos CRIEs”.

As unidades de saúde estaduais podem orientar as mulheres a respeito do endereço de cada um dos Centros de Referência de Imunobiológicos Especiais, localizados em cada estado. Para saber mais acesse: saude.gov.br/vacinacao