Menu

Ex-governador de Minas Gerais vira réu por lavagem de dinheiro e tráfico de influência

De acordo com a denúncia, Fernando Pimentel teria cometido irregularidades quando era ministro no governo de Dilma Rousseff

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) se tornou réu em uma ação penal em que é suspeito de ter cometido crimes como lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

O processo tramitava no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas após o fim de seu mandato como governador, em dezembro do ano passado, foi remetido à Justiça Eleitoral de Minas Gerais.

De acordo com a denúncia, Fernando Pimentel teria cometido irregularidades quando era ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, no governo de Dilma Rousseff. A defesa do ex-governador nega qualquer ilegalidade.

 

Cintia Moreira

Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

O ex-governador de Minas Gerais Fernando Pimentel (PT) se tornou réu em uma ação penal em que é suspeito de ter cometido crimes como lavagem de dinheiro e tráfico de influência.

O processo tramitava no Superior Tribunal de Justiça (STJ), mas após o fim de seu mandato como governador, em dezembro do ano passado, foi remetido à Justiça Eleitoral de Minas Gerais.

De acordo com a denúncia, Fernando Pimentel teria cometido irregularidades quando era ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, no governo de Dilma Rousseff. A defesa do ex-governador nega qualquer ilegalidade.

Reportagem, Cintia Moreira