Menu

EXPOINTER 2019: Evento oferece opções divertidas para crianças

Alguns pais contam que trazem os filhos para que eles tenham novas experiências de vida. Já outros esperam todos os anos pelos convites que, certamente, os próprios filhos vão fazer

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Cintia Moreira

Considerada a maior exposição agropecuária da América Latina, a Expointer conta com a presença de milhares de visitantes em todas as edições, e este ano não é diferente. Mas, entre a grande quantidade de pessoas, o que surpreende mesmo em 2019 é o número de crianças participando do evento.

Alguns pais contam que trazem os filhos para que eles tenham novas experiências de vida. Já outros esperam todos os anos pelos convites que, certamente, os próprios filhos vão fazer.

“Meu filho tem 5 anos e todos os anos a gente cuida a data porque ele nos cobra sempre a vinda para a Expointer. Eu venho desde pequeno e dessa vez resolvi passar ou tentar contagiar ele a ter essa vivência e essa experiência do meio agrícola, atrás de uma feira desse tamanho”, disseram.

A Laura Milhão, de apenas 4 aninhos, moradora de Porto Alegre, disse que gosta do evento porque tem a oportunidade de ver um monte de animais e até interagir com eles.

“Eu vi cavalo, eu vi os coelhos, eu vi pônei, eu andei no pônei”, disse.

Já a Radassa dos Santos, de 8 anos, moradora de Nova Petrópolis, ficou impressionada ao ver o tamanho dos animais.

“Eles são muito bonitos. Eu nunca tinha visto um tão grande, bonito. A pelagem é tão bonita! Eles são muito espertos. Mas eu gosto mesmo é de cavalo”, comentou. 

A molecada também adorou saber que dentro da feira ocorreu o nascimento de dois bezerros da raça Simental. O assessor de Imprensa da Fazenda Santa Terezinha, Nelson Moreira, conta que um dos bichinhos nasceu na quinta e o outro na sexta passada.

“Uma delas é a Anita Garibaldi e a outra é a Ana Terra. São duas mulheres que, no Rio Grande do Sul, tem uma simbologia muito forte. A Ana Terra vem do romance do Érico Veríssimo, “O Tempo e o Vento”. A Anita Garibaldi vem da Revolução Farroupilha, que casou com o Garibaldi, um dos chamados heróis da Guerra Farroupilha. Uma nasceu na quinta e a outra na sexta, aqui no parque”, contou.

Os alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Thome Antonio de Azevedo, de São Sebastião do Caí, gostaram mesmo foi do parque de diversões. E, um deles, de tanto brincar, até passou mal.

“Ah, eu gostei mais do parque. Estava eu e o meu amigo Fábio. A terceira vez a gente foi. Aí quando deu o primeiro pulo eu quase cai no chão. Eu me levantei e fui de novo. Eu estava lá, daí, do nada, eu comecei a ficar tonto. Daí, de repente, eu comecei a fechar os olhos. Comecei com ânsia de vômito, fiquei com falta de ar e teve uma hora que eu desmaiei lá. Minha mãe ficou mais apertada do que cinto. E essa é a história, depois eu saí normal. Muito legal e divertido”, revelaram.

Bom, quem quiser curtir a feira, os portões da Expointer estão abertos até às 20h30min e o ingresso para pedestres custa R$ 13. Estudantes e idosos pagam R$ 6 e crianças menores de 6 anos e idosos com mais de 65 anos têm entrada franca. A feira segue até 1° de setembro.

Cintia Moreira

Com 3 anos de formação, Cintia sempre optou pelo radiojornalismo. Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

Considerada a maior exposição agropecuária da América Latina, a Expointer conta com a presença de milhares de visitantes em todas as edições, e este ano não é diferente. Mas, entre a grande quantidade de pessoas, o que surpreende mesmo em 2019 é o número de crianças participando do evento.

Alguns pais contam que trazem os filhos para que eles tenham novas experiências de vida. Já outros esperam todos os anos pelos convites que, certamente, os próprios filhos vão fazer.

“Meu filho tem 5 anos e todos os anos a gente cuida a data porque ele nos cobra sempre a vinda para a Expointer. Eu venho desde pequeno e dessa vez resolvi passar ou tentar contagiar ele a ter essa vivência e essa experiência do meio agrícola, atrás de uma feira desse tamanho.”

A Laura Milhão, de apenas 4 aninhos, moradora de Porto Alegre, disse que gosta do evento porque tem a oportunidade de ver um monte de animais e até interagir com eles.

“Eu vi cavalo, eu vi os coelhos, eu vi pônei, eu andei no pônei.”

Já a Radassa dos Santos, de 8 anos, moradora de Nova Petrópolis, ficou impressionada ao ver o tamanho dos animais.

“Eles são muito bonitos. Eu nunca tinha visto um tão grande, bonito. A pelagem é tão bonita! Eles são muito espertos. Mas eu gosto mesmo é de cavalo.”

A molecada também adorou saber que dentro da feira ocorreu o nascimento de dois bezerros da raça Simental. O assessor de Imprensa da Fazenda Santa Terezinha, Nelson Moreira, conta que um dos bichinhos nasceu na quinta e o outro na sexta passada.

“Uma delas é a Anita Garibaldi e a outra é a Ana Terra. São duas mulheres que, no Rio Grande do Sul, tem uma simbologia muito forte. A Ana Terra vem do romance do Érico Veríssimo, “O Tempo e o Vento”. A Anita Garibaldi vem da Revolução Farroupilha, que casou com o Garibaldi, um dos chamados heróis da Guerra Farroupilha. Uma nasceu na quinta e a outra na sexta, aqui no parque.”

Os alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental Thome Antonio de Azevedo, de São Sebastião do Caí, gostaram mesmo foi do parque de diversões. E, um deles, de tanto brincar, até passou mal.

“Ah, eu gostei mais do parque. Estava eu e o meu amigo Fábio. A terceira vez a gente foi. Aí quando deu o primeiro pulo eu quase cai no chão. Eu me levantei e fui de novo. Eu estava lá, daí, do nada, eu comecei a ficar tonto. Daí, de repente, eu comecei a fechar os olhos. Comecei com ânsia de vômito, fiquei com falta de ar e teve uma hora que eu desmaiei lá. Minha mãe ficou mais apertada do que cinto. E essa é a história, depois eu saí normal. Muito legal e divertido.”

Bom, quem quiser curtir a feira, os portões da Expointer estão abertos até às 20h30min e o ingresso para pedestres custa R$ 13. Estudantes e idosos pagam R$ 6 e crianças menores de 6 anos e idosos com mais de 65 anos têm entrada franca. A feira segue até 1° de setembro.

Reportagem, Cintia Moreira