Menu

FAMOSOS: Dupla sertaneja de Goiânia, Héster e Helena traz recado importante sobre a hanseníase

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o tratamento e acompanhamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país

Banners
Créditos: Ministério da Saúde

Com vozes marcantes, os pais delas não tiveram dúvidas de que seriam grandes artistas. A dupla sertaneja Héster e Helena tem despontado no cenário nacional. Em 2018 gravaram um DVD, ocasião em que a música “Três Opções” estourou nas principais rádios do país. Hoje, as irmãs vieram para dar um recado importante para você. 

Créditos: Ministério da Saúde

“Oi, galera, aqui é a Héster e aqui a Helena. Gente, o Brasil está na segunda posição em número de casos de Hanseníase. Por causa disso, a doença é um caso sério de saúde pública no nosso país. Se você notar alguma mancha esbranquiçada, amarronzada ou avermelhada em qualquer parte do seu corpo com perda ou diminuição de sensibilidade, procure um posto de saúde. A hanseníase tem cura e quanto mais cedo a pessoa fizer o tratamento, menor chance de ter sequelas. E uma vez que se começa o tratamento, não há mais risco de contágio. Fique atento, procure ajuda e não tenha preconceito contra quem pegou esta doença.”

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o tratamento e acompanhamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país. É importante lembrar que, logo no primeiro mês de tratamento, a pessoa já não transmite o bacilo. Por isso, é preciso que o paciente siga todo o tratamento, sempre de acordo com a orientação médica. Ao surgimento de qualquer mancha que tenha a perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, ao calor ou frio, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Quanto mais cedo o diagnóstico, menores as chances de sequelas. A hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente no SUS. Por isso, não esqueça: identificou, tratou, curou. Para mais informações acesse saúde.gov.br/hanseníase.

Créditos: Ministério da Saúde

Agência do Rádio



Cadastre-se

LOC.: Com vozes marcantes, os pais delas não tiveram dúvidas de que seriam grandes artistas. A dupla sertaneja Héster e Helena tem despontado no cenário nacional. Em 2018 gravaram um DVD, ocasião em que a música “Três Opções” estourou nas principais rádios do país. Hoje, as irmãs vieram para dar um recado importante para você. 

“Oi, galera, aqui é a Héster e aqui a Helena. Gente, o Brasil está na segunda posição em número de casos de Hanseníase. Por causa disso, a doença é um caso sério de saúde pública no nosso país. Se você notar alguma mancha esbranquiçada, amarronzada ou avermelhada em qualquer parte do seu corpo com perda ou diminuição de sensibilidade, procure um posto de saúde. A hanseníase tem cura e quanto mais cedo a pessoa fizer o tratamento, menor chance de ter sequelas. E uma vez que se começa o tratamento, não há mais risco de contágio. Fique atento, procure ajuda e não tenha preconceito contra quem pegou esta doença.”

O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza o tratamento e acompanhamento da doença em Unidades Básicas de Saúde e de referência em todo o país. É importante lembrar que, logo no primeiro mês de tratamento, a pessoa já não transmite o bacilo. Por isso, é preciso que o paciente siga todo o tratamento, sempre de acordo com a orientação médica. Ao surgimento de qualquer mancha que tenha a perda ou diminuição da sensibilidade ao toque, ao calor ou frio, procure a Unidade Básica de Saúde mais próxima. Quanto mais cedo o diagnóstico, menores as chances de sequelas. A hanseníase tem cura e o tratamento está disponível gratuitamente no SUS. Por isso, não esqueça: identificou, tratou, curou. Para mais informações acesse saúde.gov.br/hanseníase.