Menu

Faturamento da indústria cresce 1,3%, aponta CNI

Este é o quinto mês consecutivo de alta do indicador que registra um crescimento de 3,5% em relação a outubro de 2018

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Foto: Governo do Estado do Paraná

O faturamento da indústria brasileira cresceu 1,3% em outubro na comparação com setembro. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (2), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da pesquisa Indicadores Industriais.

O economista da CNI Marcelo Azevedo ressalta que este foi o quinto mês consecutivo de crescimento do indicador, que registra uma alta de 3,5% em relação a outubro do ano passado.

“Este aumento mais forte do faturamento em outubro e essa sequência que é muito importante para a recuperação do faturamento decorre de um ajuste importante que está acontecendo na indústria, que é o ajuste dos estoques. Os estoques estão sendo cada vez mais ajustados próximos ao planejado pela empresa, e, além disso, a gente vê uma melhora da demanda. Esse ajuste nos estoques com o aumento da demanda significa que a gente pode, nos próximos meses começar a ter outros números mais fortes, atividade que a gente já começou a sentir e começar a ter horas trabalhadas e até mesmo emprego crescendo nos próximos meses”, afirma.

De acordo com a pesquisa, as horas trabalhadas na produção tiveram pequena queda de 0,1% em outubro frente a setembro e estão 0,1% maiores do que a do mesmo mês do ano passado.
 

Cintia Moreira

Em uma de suas experiências profissionais ganhou um prêmio jornalístico e jura que não tem pautas de preferência. Sua única preferência é que tenham pautas.


Conteúdos relacionados

Cadastre-se

LOC.: O faturamento da indústria brasileira cresceu 1,3% em outubro na comparação com setembro. A informação foi divulgada nesta segunda-feira (2), pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), por meio da pesquisa Indicadores Industriais.

O economista da CNI Marcelo Azevedo ressalta que este foi o quinto mês consecutivo de crescimento do indicador, que registra uma alta de 3,5% em relação a outubro do ano passado.
 

TEC./SONORA: Marcelo Azevedo, economista da CNI.

“Este aumento mais forte do faturamento em outubro e essa sequência que é muito importante para a recuperação do faturamento decorre de um ajuste importante que está acontecendo na indústria, que é o ajuste dos estoques. Os estoques estão sendo cada vez mais ajustados próximos ao planejado pela empresa, e, além disso, a gente vê uma melhora da demanda. Esse ajuste nos estoques com o aumento da demanda significa que a gente pode, nos próximos meses começar a ter outros números mais fortes, atividade que a gente já começou a sentir e começar a ter horas trabalhadas e até mesmo emprego crescendo nos próximos meses.”
 

LOC.: De acordo com a pesquisa, as horas trabalhadas na produção tiveram pequena queda de 0,1% em outubro frente a setembro e estão 0,1% maiores do que a do mesmo mês do ano passado.

Reportagem, Cintia Moreira