Menu

Gerente de Educação e Cultura do SESI Bahia fala da experiência do Novo Ensino Médio em Feira de Santana (1)

O Novo Ensino Médio foi aprovado em 2017

Banners

Olá, meu nome é Paulo Henrique Gomes e hoje nós vamos falar sobre o Novo Ensino Médio. A Bahia foi um dos cinco estados escolhidos pelos Departamentos Nacionais do SESI e do SENAI para fazer parte do projeto-piloto de implantação do novo método de ensino desde o ano passado.

Acesse o segundo bloco desta entrevista

No total, 63 alunos, de duas turmas, experimentaram a nova metodologia e cursaram o primeiro ano do ensino médio, em conjunto com o curso técnico de eletrotécnica na escola integrada SESI/SENAI José Carvalho, em Feira de Santana.

Para dar mais detalhes sobre esse novo modelo educacional à disposição dos jovens baianos, conversamos hoje a gerente de Educação e Cultura do SESI da Bahia, Cléssia Lobo.

Para começar, queria que você contasse pra gente como foi a experiência do Novo Ensino Médio na Bahia, no ano passado.

“Nós começamos com o primeiro ano. Nós começamos o (projeto) piloto em 2018, com o primeiro ano do Novo Ensino Médio já no itinerário formativo do ensino profissional com o curso técnico de eletrotécnica e nós estamos, esse ano, com a turma no segundo ano. 100% de efetividade dos alunos no sentido de que nenhum desistiu do projeto. Estamos com a rematrícula acontecendo e nós seguimos com os nossos alunos das duas turmas. São 63 alunos, em 2019, agora no segundo ano.”

Os alunos gostaram das ideias colocadas em prática em sala de aula?

“O que mais tem tranquilizado a gente com essa experiência foi a receptividade e o olhar dos alunos. Como é uma experiência piloto, a gente tem deixado muito esse protagonismo do aluno no projeto, e inclusive com momentos de escuta e avaliação também dos alunos. E o que eles têm demonstrado é, principalmente, que esse currículo tem deixado para eles um sentido maior do que é ensino. Eles não se perguntam tanto quando tem uma exploração de algum conteúdo ou de uma área, por que tem que aprender aquilo, uma vez que as coisas estão conectadas.”

Cléssia, eu tenho uma curiosidade. Porque vocês escolheram a unidade em Feira de Santana para ser pioneira do Novo Ensino Médio no estado?

“Apresentamos o projeto para a equipe, que de pronto recebeu, mas resolvemos implantar em uma escola fora da capital, já que era um desafio de testar, a gente já quis testar, também, como seria esse Novo Ensino Médio fora da capital, fora do eixo Salvador, e colocamos uma cidade do interior, Feira de Santana, em uma escola nova nossa, uma escola que tinha apenas um ano de inaugurada. E ela foi inaugurada para o Ensino Médio, para a oferta do Ensino Médio. E foi nessa escola, José Carvalho, em Feira de Santana, que nós implantamos o projeto em 2018, com duas turmas, e com gratuidade.”

Muito bem! Nós vamos para um pequeno intervalo e em breve a gente volta com o segundo bloco da entrevista com a gerente de Educação e Cultura do SESI da Bahia, Cléssia Lobo. Não saia daí e até já!

Agência do Rádio



Conteúdos relacionados

Cadastre-se