Menu

GOIÁS: Secretaria de Saúde de Goiás vai distribuir mais de 1,5 milhão de preservativos durante o carnaval

Segundo o governo estadual, foram notificados mais de 7,6 mil casos de aids entre 2007 e 2018, em pessoas com mais de 13 anos

Banners
Foto: Divulgação Governo Federal

A prevenção é a melhor forma de se proteger do HIV. O Ministério da Saúde reforça que o uso da camisinha é o método mais simples para se prevenir do vírus da aids e outras IST - infecções sexualmente transmissíveis. Pensando nisso, a Secretaria de Saúde de Goiás vai distribuir mais de um milhão e meio de preservativos durante o carnaval em todo o estado, incluindo 27 mil unidades femininas. A coordenadora de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento das IST/Aids da Secretaria de Saúde de Goiás, Milca Prado, alerta a população sobre a necessidade de proteção durante as festas carnavalescas. 

 “O carnaval é uma época de alegria, de festa, de folia. Mas as pessoas, os foliões não podem esquecer que eles também são responsáveis pela sua saúde. O governo disponibiliza o preservativo para todas as pessoas. Então, curtir o carnaval com responsabilidade, com proteção. Os preservativos estão disponíveis, é só ir buscar nas Unidades de Saúde", afirma.  

A goiana Liamar Oliveira, de 53 anos, é servidora pública e teve o diagnóstico do HIV confirmado em 1997. Para ela, é importante que a prevenção da aids seja mais discutida entre a população, mas ela acredita que ainda há muito preconceito.

“A maioria das pessoas que eu me relaciono, amigos, e mesmo pessoas de relacionamento mais sério, eu sempre falo sobre a questão do HIV. Mas eu só falo quando eu sinto segurança. Porque eu não posso expor também para todas as pessoas, porque ainda hoje, ainda existe muito preconceito quando se fala sobre HIV”, explica.  

Segundo o governo estadual, foram notificados mais de 7,6 mil casos de aids entre 2007 e 2018, em pessoas com mais de 13 anos. As taxas são maiores em pessoas do sexo masculino, na faixa etária de 15 a 39 anos. Procure uma Unidade de Saúde mais próxima, pegue seu preservativo e garanta a sua proteção. A dica é simples: pare, pense e use camisinha. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde, Governo Federal. Pátria Amada Brasil. 
 


Comente...

Cadastre-se

LOC.: A prevenção é a melhor forma de se proteger do HIV. O Ministério da Saúde reforça que o uso da camisinha é o método mais simples para se prevenir do vírus da aids e outras IST - infecções sexualmente transmissíveis. Pensando nisso, a Secretaria de Saúde de Goiás vai distribuir mais de um milhão e meio de preservativos durante o carnaval em todo o estado, incluindo 27 mil unidades femininas. A coordenadora de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento das IST/Aids da Secretaria de Saúde de Goiás, Milca Prado, alerta a população sobre a necessidade de proteção durante as festas carnavalescas. 

TEC./SONORA: Milca Prado, coordenadora de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento das IST/Aids da Secretaria de Saúde de Goiás
 

 “O carnaval é uma época de alegria, de festa, de folia. Mas as pessoas, os foliões não podem esquecer que eles também são responsáveis pela sua saúde. O governo disponibiliza o preservativo para todas as pessoas. Então, curtir o carnaval com responsabilidade, com proteção. Os preservativos estão disponíveis, é só ir buscar nas Unidades de Saúde.” 

LOC.: A goiana Liamar Oliveira, de 53 anos, é servidora pública e teve o diagnóstico do HIV confirmado em 1997. Para ela, é importante que a prevenção da aids seja mais discutida entre a população, mas ela acredita que ainda há muito preconceito.

TEC./SONORA: Liamar Oliveira, servidora pública. 
 

“A maioria das pessoas que eu me relaciono, amigos, e mesmo pessoas de relacionamento mais sério, eu sempre falo sobre a questão do HIV. Mas eu só falo quando eu sinto segurança. Porque eu não posso expor também para todas as pessoas, porque ainda hoje, o HIV ainda existe muito preconceito.” 

LOC.: Segundo o governo estadual, foram notificados mais de 7,6 mil casos de aids entre 2007 e 2018, em pessoas com mais de 13 anos. As taxas são maiores em pessoas do sexo masculino, na faixa etária de 15 a 39 anos. Procure uma Unidade de Saúde mais próxima, pegue seu preservativo e garanta a sua proteção. A dica é simples: pare, pense e use camisinha. Conheça todas as formas de prevenção em aids.gov.br. Ministério da Saúde, Governo Federal. Pátria Amada Brasil.