Menu

Grêmio se classifica e garante um brasileiro na final da Libertadores

Além do Tricolor, Fla, Inter e Palmeiras estão nas quartas e se enfrentam no mesmo lado do chaveamento

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
FOTO: LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA

E tem mais um brasileiro na corrida pelo troféu mais desejado do continente. Na noite desta quinta-feira (1º), o Grêmio venceu por três a zero o Libertad, do Paraguai, e avançou para as quartas de final.

O Tricolor Gaúcho já tinha vencido a partida de ida por dois a zero, mas não sentou na vantagem. Fora de casa, a equipe de Renato Portaluppi foi para cima do adversário e matou a partida já no primeiro tempo. 

Logo aos quatro da primeira etapa, o juiz marcou pênalti a favor do Grêmio, após toque de mão dentro da área. Jean Pyerre bateu e fez o primeiro. Aos 19, foi a vez de André, que não marcava há três meses, chutar de fora da área e ampliar o marcador. Nos acréscimos, de novo o atacante apareceu, marcou o terceiro e carimbou a passagem para a próxima fase. Libertad zero, Grêmio três.

O Tricolor Gaúcho enfrenta o Palmeiras na próxima fase. Com o chaveamento estabelecido pela Conmebol, teremos um brasileiro obrigatoriamente na final. Isso porque os dois duelos com brasileiros estão do mesmo lado da chave. O vencedor de Grêmio e Palmeiras encara quem passar do confronto entre Flamengo e Internacional.

Na Sul-Americana, o Coritnhians, com time alternativo, derrotou o Wanderers, do Uruguai, por dois a um e está nas quartas da competição. O nome do jogo foi Vagner Love, que balançou a rede duas vezes. Bravo fez o de honra para a equipe uruguaia. Wanderers um, Corinthians dois. A nota triste do jogo ficou por conta de uma acusação de racismo. O zagueiro Gil, do Timão, afirmou ter sofrido ofensa racistas por parte dos jogadores da equipe rival durante uma discussão. Agora, o Timão fará o clássico brasileiro contra o Fluminense por uma vaga na semifinal. 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

E tem mais um brasileiro na corrida pelo troféu mais desejado do continente. Na noite desta quinta-feira (1º), o Grêmio venceu por três a zero o Libertad, do Paraguai, e avançou para as quartas de final.

O Tricolor Gaúcho já tinha vencido a partida de ida por dois a zero, mas não sentou na vantagem. Fora de casa, a equipe de Renato Portaluppi foi para cima do adversário e matou a partida já no primeiro tempo. 

Logo aos quatro da primeira etapa, o juiz marcou pênalti a favor do Grêmio, após toque de mão dentro da área. Jean Pyerre bateu e fez o primeiro. Aos 19, foi a vez de André, que não marcava há três meses, chutar de fora da área e ampliar o marcador. Nos acréscimos, de novo o atacante apareceu, marcou o terceiro e carimbou a passagem para a próxima fase. Libertad zero, Grêmio três.

O Tricolor Gaúcho enfrenta o Palmeiras na próxima fase. Com o chaveamento estabelecido pela Conmebol, teremos um brasileiro obrigatoriamente na final. Isso porque os dois duelos com brasileiros estão do mesmo lado da chave. O vencedor de Grêmio e Palmeiras encara quem passar do confronto entre Flamengo e Internacional.

Na Sul-Americana, o Coritnhians, com time alternativo, derrotou o Wanderers, do Uruguai, por dois a um e está nas quartas da competição. O nome do jogo foi Vagner Love, que balançou a rede duas vezes. Bravo fez o de honra para a equipe uruguaia. Wanderers um, Corinthians dois. A nota triste do jogo ficou por conta de uma acusação de racismo. O zagueiro Gil, do Timão, afirmou ter sofrido ofensa racistas por parte dos jogadores da equipe rival durante uma discussão. Agora, o Timão fará o clássico brasileiro contra o Fluminense por uma vaga na semifinal. 

Reportagem, Raphael Costa