Menu

ILHA DE VERA CRUZ #2 BolsoTrump: As trocas de gentilezas vão se tornar parcerias reais?

Episódio dois do podcast Ilha de Vera Cruz destrincha visita do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos.

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Arte: Sabrine Cruz / Agência do Rádio

Em 2016, os eleitores republicanos saíram às ruas para comemorar a vitória de Donald Trump nas eleições gerais do país. Além de faixas e bandeiras, eles vestiam camisetas com expressões como, por exemplo, “drain the swamp” ou limpe o pântano, em referência a corrupção de Washington.

Dois anos mais tarde, em 2018, no Brasil, as cenas pareciam se repetir. Eleitores conservadores comemoravam a vitória eleitoral de Jair Bolsonaro com bandeiras e camisetas com as inscrições “acabou a palhaçada” e “é melhor jair se acostumando”. Assim como no caso norte-americano, as frases faziam referência à corrupção da classe política.

Mas as coincidências e similaridades entre Bolsonaro e Donald Trump não se restringem apenas ao discurso anti-establishment. Os presidentes de Brasil e Estados Unidos são nacionalistas; são críticos ferozes de políticas de esquerda; militam contra o globalismo e são acusados por adversários de adotarem posicionamentos xenófobos, machistas e contra minorias.

Para entender mais sobre o encontro dos dois governantes, conversamos com o Cientista Político e especialista em Relações Exteriores Creomar Souza sobre o assunto.

-

Produção: João Paulo Machado e Bruna Goularte

Trabalhos técnicos: Fabrício Lázaro e Rafael Santos

Produto: Agência do Rádio Brasileiro

-

Entre em contato! Mande um e-mail para: podcastilhadeveracruz@gmail.com.

Ah, e não se esqueçam: nosso Twitter é @CruzIlha.

 

Bruna Goularte

Bruna Goularte é a chefe de redação da Agência do Rádio Mais. Há quatro anos começou como repórter setorista de economia, fazendo cobertura na área. Depois, passou a coordenar e editar conteúdos para o site. Sua paixão pelas redes sociais e dados trazem novos desafios para a redação. Além de amante de podcast, Bruna deu início ao seu próprio programa, o "Ilha de Vera Cruz".


Cadastre-se

Em 2016, os eleitores republicanos saíram às ruas para comemorar a vitória de Donald Trump nas eleições gerais do país. Além de faixas e bandeiras, eles vestiam camisetas com expressões como, por exemplo, “drain the swamp” ou limpe o pântano, em referência a corrupção de Washington.

Dois anos mais tarde, em 2018, no Brasil, as cenas pareciam se repetir. Eleitores conservadores comemoravam a vitória eleitoral de Jair Bolsonaro com bandeiras e camisetas com as inscrições “Acabou a palhaçada” e “é melhor jair se acostumando”. Assim como no caso americano, as frases faziam referência à corrupção da classe política.

Mas as coincidências e similaridades entre Bolsonaro e Donald Trump não se restringem apenas ao discurso anti-establishment. Os presidentes de Brasil e Estados Unidos são nacionalistas; são críticos ferozes de políticas de esquerda; militam contra o globalismo; e são acusados por adversários de adotarem posicionamentos xenófobos, machistas e contra minorias.

“Eles dizem que ele é o Donald Trump da América do Sul, vocês acreditam? E ele está feliz com isso, se não estivesse eu não iria gostar do país. Mas eu gosto.”

“-Eu quero saber se você se acha o Donald Trump brasileiro? – Eu sou mais rico do que ele (risada).”

O encontro entre os presidentes Jair Bolsonaro e Donald Trump é o assunto da semana do Podcast Ilha de Vera Cruz.

No programa, eu Bruna Goularte, e eu João Paulo Machado, vamos destrinchar e explicar os reais resultados da reunião entre os líderes das duas maiores democracias do ocidente. Para isso, entrevistamos o cientista político e especialista em relações exteriores, Creomar de Souza, professor da Universidade Católica de Brasília.

Se você se interessou e quer ouvir o podcast na íntegra, digite “Ilha de Vera Cruz” na aba de busca do seu spotfy ou então acesse agenciadoradio.com.br/ilha-de-vera-cruz

Contamos com a audiência de vocês! O programa está muito legal!