Menu

INDICADORES: Boi gordo começa a semana com alta no preço

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial não mudou e o produto ainda é negociado a R$ 8,05

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Arquivo EBC

A cotação da arroba do boi gordo começou segunda-feira (15) com alta de 0,10% no preço e o produto é negociado a R$ 152,05 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 140. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 153,50.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu alteração e o produto ainda é vendido a R$ 4,75. O preço do frango resfriado também não mudou e a mercadoria ainda é comercializada a R$ 4,73.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial continua o mesmo. O produto permanece negociado a R$ 8,05. Em Minas Gerais, o preço do suíno vivo reduziu 0,36% é a mercadoria é vendida a R$ 5,61. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,02. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

A cotação da arroba do boi gordo começou segunda-feira (15) com alta de 0,10% no preço e o produto é negociado a R$ 152,05 em São Paulo. Em Goiânia, o produto é vendido à vista a R$ 140. Já em Barretos e Araçatuba, em São Paulo, a arroba é comercializada a R$ 153,50.

O preço do quilo do frango congelado não sofreu alteração e o produto ainda é vendido a R$ 4,75. O preço do frango resfriado também não mudou e a mercadoria ainda é comercializada a R$ 4,73.

No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial continua o mesmo. O produto permanece negociado a R$ 8,05. Em Minas Gerais, o preço do suíno vivo reduziu 0,36% é a mercadoria é vendida a R$ 5,61. No Paraná, o produto é comercializado à vista a R$ 5,02. Os valores são do Canal Rural e Cepea.

Reportagem, Raphael Costa