Menu

LIBERTADORES: Com um a menos, Grêmio bate Libertad e fica perto das quartas de final

Pela Sul-Americana, Corinthians bate time uruguaio por dois a zero e abre boa vantagem

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Lucas Uebel - Grêmio FBPA

Noite inspirada dos brasileiros nas competições continentais. Nesta quinta, duas partidas pela Libertadores e pela Sul-Americana fecharam os jogos de ida das oitavas de final.

No melhor estilo copeiro, o Grêmio mostrou para o Libertad que não tem três títulos da competição mais desejada da América do Sul à toa. Jogando em casa, o Tricolor Imortal jogou com toda dedicação contra a equipe paraguaia para vencer por dois a zero. E não foi nada fácil, já que a equipe gaúcha ficou um a menos logo aos quatro da segunda etapa, após o zagueiro Geromel dar um pisão no adversário. O arbitro de vídeo entrou em ação e mandou o defensor mais cedo para o chuveiro. 

Com um a menos e com o placar zerado, o Tricolor precisou de estratégia e inteligência. Aos 25, Alisson bateu escanteio, Kannemann desviou e Diego Tardelli fez de voleio para abrir o placar. Dez minutos depois, também na bola parada, David Braz marcou de cabeça e garantiu a vitória. O resultado dá ao Grêmio a vantagem de poder perder por um gol de diferença na partida de volta, marcada para a próxima quinta-feira, primeiro de agosto.

Quem também mandou bem jogando em casa, mas pela Sul-Americana, foi o Corinthians. O Timão fez o jogo de ida contra o Montevideo Wanderers, do Uruguai. Apesar da desconfiança da torcida por conta de alguns jogos com desempenho aquém do esperado, a equipe de Fabio Carille apresentou melhora e derrotou a equipe visitante por dois a zero. Clayson e Pedrinho marcaram os gols da vitória. O Timão pode perder o jogo de volta por até um gol de diferença que, ainda assim, garante a classificação.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Noite inspirada dos brasileiros nas competições continentais. Nesta quinta, duas partidas pela Libertadores e pela Sul-Americana fecharam os jogos de ida das oitavas de final.

No melhor estilo copeiro, o Grêmio mostrou para o Libertad que não tem três títulos da competição mais desejada da América do Sul à toa. Jogando em casa, o Tricolor Imortal jogou com toda dedicação contra a equipe paraguaia para vencer por dois a zero. E não foi nada fácil, já que a equipe gaúcha ficou um a menos logo aos quatro da segunda etapa, após o zagueiro Geromel dar um pisão no adversário. O arbitro de vídeo entrou em ação e mandou o defensor mais cedo para o chuveiro. 

Com um a menos e com o placar zerado, o Tricolor precisou de estratégia e inteligência. Aos 25, Alisson bateu escanteio, Kannemann desviou e Diego Tardelli fez de voleio para abrir o placar. Dez minutos depois, também na bola parada, David Braz marcou de cabeça e garantiu a vitória. O resultado dá ao Grêmio a vantagem de poder perder por um gol de diferença na partida de volta, marcada para a próxima quinta-feira, primeiro de agosto.

Quem também mandou bem jogando em casa, mas pela Sul-Americana, foi o Corinthians. O Timão fez o jogo de ida contra o Montevideo Wanderers, do Uruguai. Apesar da desconfiança da torcida por conta de alguns jogos com desempenho aquém do esperado, a equipe de Fabio Carille apresentou melhora e derrotou a equipe visitante por dois a zero. Clayson e Pedrinho marcaram os gols da vitória. O Timão pode perder o jogo de volta por até um gol de diferença que, ainda assim, garante a classificação.

Reportagem, Raphael Costa