Menu

LIBERTADORES: Fla empata no Beira-Rio e fica com a vaga nas semifinais

Internacional sai na frente com Rodrigo Lindoso, mas Gabigol empata e faz a festa da Nação

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Alexandre Vidal/ Flamengo

Tudo definido para as semifinais brasileiras da Libertadores. Na noite desta quarta-feira (29), Internacional e Flamengo selaram seus destinos na competição mais importante do continente. As duas equipes entraram em campo no Beira-Rio com mais de 46 mil torcedores presentes.

E o futuro é mais alegre do lado Rubro Negro, que graças à vantagem conquistada na primeira partida, após vencer por dois a zero, retorna as semifinais da competição após 35 anos.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, com algumas chances perdidas do lado do Mengão, a segunda etapa reservava toda a emoção.

Aos 16 minutos, D’Alessandro bateu falta e Rodrigo Lindoso fez de cabeça. Com a vantagem e empurrado pela torcida, o Inter foi totalmente para cima e bombardeava a área flamenguista. Mas em uma dessas tentativas veio o golpe mortal. Bruno Henrique pegou uma sobra aos 39, correu quase todo o campo e não foi fominha, tocou para Gabigol que não perdoou. Final, Internacional um, Flamengo um.

Com o resultado, o Fla sacramentou a classificação e agora terá como adversário o Grêmio. Do outro lado da chave, o Boca Juniors já garantiu uma vaga na semifinal depois de eliminar a LDU, do Equador. A equipe argentina agora espera a definição no duelo entre Cerro Porteno, do Paraguai, e River Plate para conhecer o adversário das semis. A vantagem está com o River que venceu o primeiro jogo por dois a zero.

E você acha que não tem mais nada para hoje? Deixa que eu te conto o que esta quinta-feira reserva para os torcedores. Pela Sul-Americana, Fluminense e Corinthians lutam por uma vaga nas semifinais. O jogo de ida terminou em zero a zero, agora, as duas equipes entram em campo no Maracanã para definir quem avança e quem dá adeus à competição. A bola rola à partir das 21h30, horário de Brasília.

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Tudo definido para as semifinais brasileiras da Libertadores. Na noite desta quarta-feira (29), Internacional e Flamengo selaram seus destinos na competição mais importante do continente. As duas equipes entraram em campo no Beira-Rio com mais de 46 mil torcedores presentes.

E o futuro é mais alegre do lado Rubro Negro, que graças à vantagem conquistada na primeira partida, após vencer por dois a zero, retorna as semifinais da competição após 35 anos.

Depois de um primeiro tempo equilibrado, com algumas chances perdidas do lado do Mengão, a segunda etapa reservava toda a emoção.

Aos 16 minutos, D’Alessandro bateu falta e Rodrigo Lindoso fez de cabeça. Com a vantagem e empurrado pela torcida, o Inter foi totalmente para cima e bombardeava a área flamenguista. Mas em uma dessas tentativas veio o golpe mortal. Bruno Henrique pegou uma sobra aos 39, correu quase todo o campo e não foi fominha, tocou para Gabigol que não perdoou. Final, Internacional um, Flamengo um.

Com o resultado, o Fla sacramentou a classificação e agora terá como adversário o Grêmio. Do outro lado da chave, o Boca Juniors já garantiu uma vaga na semifinal depois de eliminar a LDU, do Equador. A equipe argentina agora espera a definição no duelo entre Cerro Porteno, do Paraguai, e River Plate para conhecer o adversário das semis. A vantagem está com o River que venceu o primeiro jogo por dois a zero.

E você acha que não tem mais nada para hoje? Deixa que eu te conto o que esta quinta-feira reserva para os torcedores. Pela Sul-Americana, Fluminense e Corinthians lutam por uma vaga nas semifinais. O jogo de ida terminou em zero a zero, agora, as duas equipes entram em campo no Maracanã para definir quem avança e quem dá adeus à competição. A bola rola à partir das 21h30, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa