Menu

LIBERTADORES: Palmeiras sai atrás, mas busca empate contra Godoy Cruz

Verdão chegou a estar perdendo por dois a zero; Borja marcou o gol de empate no segundo tempo

  • Repórter
  • Data de publicação:
Banners
Créditos: Cesar Greco

Na noite desta terça-feira, pelas oitavas de final da Libertadores, o Palmeiras sofreu, mas arrancou o empate diante do Godoy Cruz. Sem medo do Verdão, a equipe argentina foi para cima e logo aos cinco minutos furou a forte defesa palmeirense. Santiago García aproveitou vacilo e abriu o placar. E não demorou muito para o segundo vir. Aos 28, Santiago García fez mais um para o Godoy Cruz, após troca de passes com Bullaude. Cinco minutos depois, Felipe Melo descontou de cabeça após bola cruzada por Marcos Rocha. O problema é que Gustavo Gómez cometeu pênalti infantil em Santiago García quase que no lance seguinte ao gol palestrino. O atacante poderia ter sido nome da partida, mas bateu mal o pênalti e Weverton defendeu.

Depois do intervalo, o Verdão foi mais incisivo no ataque e acertou a marcação no meio-campo. Aos 13, o zagueiro Luan acertou belo passe para Broja, que se livrou da marcação e empatou. E assim terminou o jogo, Godoy Cruz dois, Palmeiras dois. Na partida de volta, o time paulista tem a vantagem do empate por zero a zero ou um a um por conta do gol fora de casa. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça, dia 30, no Allianz Parque.

Outro brasileiro que foi até a Argentina e passou um sufoco foi o Cruzeiro. A equipe mineira jogou contra o River Plate, atual campeão da Liberta, no Monumental de Nuñez, e conseguiu segurar o empate por zero a zero. Apesar de não ter bola na rede, sobrou emoção no jogo. Depois do River dominar o primeiro tempo, Marquinhos Gabriel até fez um gol para a Raposa na segunda etapa, mas a arbitragem anulou o gol por impedimento. No último lance da partida, Henrique puxou a camisa e fez pênalti em Lucas Pratto. Suárez bateu, mas isolou. Final, River Plate zero, Cruzeiro zero. Os dois times também farão o jogo de volta na próxima terça, no Mineirão. Quem vencer, avança às quartas de final.

Único mandante que venceu o jogo de ida na noite desta terça, a LDU bateu Olímpia por três a um. A vitória permite ao time equatoriano perder até por um por um gol de diferença no joga da volta.

A bola também rolou pela Sul-Americana, e o Fluminense se deu bem. Se a fase não é das melhores no Brasileirão, o Tricolor das Laranjeiras tratou de encaminhar a classificação nas oitavas do torneio continental, e venceu o Peñarol, fora de casa, por dois a um. Yoni Gonzáles marcou os dois gols do time carioca, enquanto Gastón Rodríguez descontou para os uruguaios.

Nesta quarta-feira (24), tem mais emoção e partidas envolvendo times brasileiros em compromissos internacionais.

Na Libertadores, o Flamengo vai até o Equador enfrentar o Emelec. Essa será a primeira partida do técnico Jorge Jesus na competição. E o português não terá peças importantes como Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho, todos machucados. A esperança recai sobre Gabigol, que já marcou 19 gols na temporada.

Quem também vai jogar fora de casa na noite desta quarta é o Internacional, que terá que medir forças contra o Nacional, do Uruguai.

Em boa fase, o Athletico Paranaense jogará em casa contra um visitante que costuma dar trabalho. O Furacão recebe o temido Boca Juniors, da Argentina. Esse será o terceiro duelo entre as duas equipes na Libertadores desse ano, já que os dois eram do mesmo grupo na primeira fase.

Na Sul-Americana, tem duelo brasileiro. Botafogo e Atlético Mineiro se enfrentam no Engenhão pelo jogo de ida das oitavas de final.


 

Raphael Costa

O repórter Raphael Costa formou-se em 2015 no Centro Universitário de Brasília (CEUB), mas deu início à sua carreira anteriormente. Originalmente paulista, começou em um programa de Rádio e TV local, até se mudar para Brasília. Com cerca de três anos de casa, é a voz que noticia esportes, agricultura e economia.


Cadastre-se

Na noite desta terça-feira, pelas oitavas de final da Libertadores, o Palmeiras sofreu, mas arrancou o empate diante do Godoy Cruz. Sem medo do Verdão, a equipe argentina foi para cima e logo aos cinco minutos furou a forte defesa palmeirense. Santiago García aproveitou vacilo e abriu o placar. E não demorou muito para o segundo vir. Aos 28, Santiago García fez mais um para o Godoy Cruz, após troca de passes com Bullaude. Cinco minutos depois, Felipe Melo descontou de cabeça após bola cruzada por Marcos Rocha. O problema é que Gustavo Gómez cometeu pênalti infantil em Santiago García quase que no lance seguinte ao gol palestrino. O atacante poderia ter sido nome da partida, mas bateu mal o pênalti e Weverton defendeu.

Depois do intervalo, o Verdão foi mais incisivo no ataque e acertou a marcação no meio-campo. Aos 13, o zagueiro Luan acertou belo passe para Broja, que se livrou da marcação e empatou. E assim terminou o jogo, Godoy Cruz dois, Palmeiras dois. Na partida de volta, o time paulista tem a vantagem do empate por zero a zero ou um a um por conta do gol fora de casa. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima terça, dia 30, no Allianz Parque.

Outro brasileiro que foi até a Argentina e passou um sufoco foi o Cruzeiro. A equipe mineira jogou contra o River Plate, atual campeão da Liberta, no Monumental de Nuñez, e conseguiu segurar o empate por zero a zero. Apesar de não ter bola na rede, sobrou emoção no jogo. Depois do River dominar o primeiro tempo, Marquinhos Gabriel até fez um gol para a Raposa na segunda etapa, mas a arbitragem anulou o gol por impedimento. No último lance da partida, Henrique puxou a camisa e fez pênalti em Lucas Pratto. Suárez bateu, mas isolou. Final, River Plate zero, Cruzeiro zero. Os dois times também farão o jogo de volta na próxima terça, no Mineirão. Quem vencer, avança às quartas de final.

Único mandante que venceu o jogo de ida na noite desta terça, a LDU bateu Olímpia por três a um. A vitória permite ao time equatoriano perder até por um por um gol de diferença no joga da volta.

A bola também rolou pela Sul-Americana, e o Fluminense se deu bem. Se a fase não é das melhores no Brasileirão, o Tricolor das Laranjeiras tratou de encaminhar a classificação nas oitavas do torneio continental, e venceu o Peñarol, fora de casa, por dois a um. Yoni Gonzáles marcou os dois gols do time carioca, enquanto Gastón Rodríguez descontou para os uruguaios.

Nesta quarta-feira (24), tem mais emoção e partidas envolvendo times brasileiros em compromissos internacionais.

Na Libertadores, o Flamengo vai até o Equador enfrentar o Emelec. Essa será a primeira partida do técnico Jorge Jesus na competição. E o português não terá peças importantes como Éverton Ribeiro, Arrascaeta e Vitinho, todos machucados. A esperança recai sobre Gabigol, que já marcou 19 gols na temporada.
Quem também vai jogar fora de casa na noite desta quarta é o Internacional, que terá que medir forças contra o Nacional, do Uruguai.

Em boa fase, o Athletico Paranaense jogará em casa contra um visitante que costuma dar trabalho. O Furacão recebe o temido Boca Juniors, da Argentina. Esse será o terceiro duelo entre as duas equipes na Libertadores desse ano, já que os dois eram do mesmo grupo na primeira fase.

Na Sul-Americana, tem duelo brasileiro. Botafogo e Atlético Mineiro se enfrentam no Engenhão pelo jogo de ida das oitavas de final.

Reportagem, Raphael Costa